Bolsonaro pode ser o responsável pelo “suicídio” político da direita brasileira

Ao não contestar os equívocos do presidente, que derrubaram sua popularidade, seus apoiadores podem se tornar corresponsáveis por um possível fracasso eleitoral em 2022