Bolsonaro, a República dos Cemitérios e a dança mortal dos machões

Se ouvir apenas aqueles que o adulam, Bolsonaro poderá se tornar não um candidato a ser reeleito, e sim o coveiro de milhares de brasileiros