“Wilder nos excluiu da base dele”, diz João Campos ao anunciar apoio a Maguito

Após rompimento com o PSC de Wilder Morais, Republicanos indicou o nome o vereador Rogério Cruz para vice na chapa com MDB

Em decisão tomada na noite do último domingo, 13, e anunciada na sede do Republicanos, o pré-candidato à prefeitura de Goiânia pelo MDB, Maguito Vilela, terá como vice o vereador Rogério Cruz. “Para mim foi uma surpresa. Eu que não viria mais como pré-candidato a vereador, recebo uma ligação dizendo que meu nome estava na mesa do pré-candidato Maguito Vilela, como pré-vice-prefeito de Goiânia”, afirmou o parlamentar.

“Eu, como vereador, conheço bem a cidade de Goiânia. É meu segundo mandato, são oito anos. Essa parceria é para que possamos juntos unir os projetos e nos empenhar nesse trabalho ousado, com uma política sincera e transparente para que todos possam nos acompanhar”, afirmou o pré-candidato a vice na chapa que pretende suceder Iris Rezende.

Na mesma noite, Cruz também comentou o apoio o dos colegas do Legislativo e disse acreditar em muitas novas alianças com outros partidos.

“É muito importante recebermos essas ligações de amigos, colegas de trabalho, como tivemos o vereador Sargento Novandir, do meu partido; do presidente da Câmara, Romário Policarpo, que é meu amigo; e do próprio líder do prefeito na Câmara, Wellington Peixoto, que já me parabenizou. Também recebi do vereador Oséias Varão, parabenizando pela escolha do meu nome e se colocando para que lá na frente possamos fazer um trabalho junto com a Câmara Municipal”, disse.

Em entrevista coletiva, Cruz agradeceu Maguito Vilela pela escolha de seu nome e, também, aos presidente republicanos estadual e municipal, João Campos e Jeferson Rodrigues. “Agradecer pela confiança em meu nome para que possamos apresentar um trabalho em conjunto muito bacana para Goiânia.

O pré-candidato Maguito Vilela também comentou a escolha do vice de sua chapa à imprensa. “Recebo com muito entusiasmo. É um partido grande e forte, um partido que tem o deputado federal João Campos, o deputado estadual Jeferson, vários vereadores importantes da Câmara Municipal de Goiânia. É um partido aguerrido, que tem militância, que repercute muito bem aqui na capital.”, pontuou.

De acordo com ele, o MDB tem dialogado com outras siglas para firmar novas alianças. “Estamos conversando com o PCdoB, com o PTC, com o PMB, com o Patriotas e esperamos que possamos fechar com uma grande aliança, uma aliança importante para nossa pré-candidatura”, relatou.

Rompimento com PSC

O Republicanos havia anteriormente anunciado apoio à candidatura de Wilder Morais (PSC). Com o anúncio da vice, Valdelice Ribeiro, a Nega na Moda, do Avante, a sigla optou por romper com o pré-candidato.

“Nosso partido era o maior partido do bloco que compunha a base de Wilder Morais e ele tomou uma decisão errada ao escolher uma pré-candidata a vice-prefeita sem conversar conosco. Um erro doméstico, básico e inaceitável”, afirmou o deputado federal João Campos.

“Como que escolhe sua vice sem conversar com os partidos que o apoiam? Essa é a primeira razão. A segunda razão é porque escolheu uma candidata que, do ponto de vista ideológico, pensa o oposto daquilo que defendemos. Somos um partido de direita, conservador. Isso não é razoável que acontecesse”, avaliou o presidente estadual.

“O que houve não foi que nós rompemos com Wilder. O Wilder nos excluiu da base dele. Na medida em que ele nos excluiu com esse comportamento, nós ficamos livres para estabelecer outros diálogos, como fizemos com Maguito Vilela”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.