Saneago desativa estação de esgoto que gerava transtornos a moradores em Aparecida

Moradores da região reclamavam do mau cheiro, dos riscos à saúde e da desvalorização imobiliária que a unidade causava. Agora, tratamento será remanejado

A Saneago iniciou, nesta sexta-feira (28/4), a desativação da Estação de Tratamento de Esgoto Cruzeiro do Sul, no bairro Jardim Maria Inês, em Aparecida de Goiânia. A unidade gerava transtornos e muitas reclamações dos moradores da região, que se queixam do mau cheiro, dos riscos à saúde e da desvalorização imobiliária.

Construída há 30 anos, a unidade foi construída para atender 18 mil habitantes. Hoje, ela atende 60 mil, o que fez a Saneago tentar resolver o problema instalando novos triturados de esgoto bruto, os aeradores, e, posteriormente, contratasse uma empresa para tentar isolar o odor. Nenhuma das medidas conseguiu sanar a questão.

O problema foi parar até no Ministério Público, além de ter sido assunto de audiência pública da Câmara Municipal. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semma) também cobrou a instalação de mais aeradores.

Agora, o esgoto da região vai ser canalizado para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Santo Antônio, que está em fase final de construção do Setor Vale do Sol, também em Aparecida. A obra, feita em parceria pelos governos municipal, estadual e federal, custou R$ 600 milhões e está sendo construída em etapas pela Odebrecht Ambiental. A primeira parte já foi concluída e atende cerca de 100 a 150 mil habitantes.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.