PRF apreende cerca de 200 m³ de madeira ilegal na BR-153 e prende sete por crime ambiental

Ação aconteceu na BR-153 entre os municípios de Anápolis e Porangatu

Foto: Divulgação PRF

A Policia Rodoviária Federal apreendeu, entre os dias 7 e 13 de agosto, na BR-153, cerca de 200m³ de madeiras extraídas irregularmente de florestas. A ação da PRF aconteceu entre os municípios de Anápolis/GO e Porangatu/GO.

De acordo com a PRF, a comercialização e o transporte de produto florestal retirado ilegalmente da natureza requerem a prática de outros crimes para dar aparência de legalidade, por exemplo, inserção de dados falsos em bancos de dados, adulteração e falsificação de documentos, sonegação fiscal, entre outros.

A BR-153 é um importante corredor rodoviário por onde grande parte do produto florestal explorado na Amazônia Legal é transportado para o Centro-Oeste, Sudeste e Sul do país. Nos anos 2016 e 2017 as Unidades Operacionais de Anápolis e Porangatu registraram dezenas de ocorrências de transporte ilegal de madeira, resultando no encaminhamento e apreensão de aproximadamente 1.800 m³  de madeira ilegal.

Durante a operação foram apreendidos aproximadamente 200 m³ de madeiras em seis caminhões, que foram encaminhados ao IBAMA de Goiânia, dois caminhões removidos por adulteração ao Sistema SCR (Redução Catalítica Seletiva): fraude do Arla 32 e uso do Diesel S 500, recapturado um foragido de Minas Gerais, apreendidas duas unidades de anfetamina e sete pessoas presas por crime ambiental.

A operação contou com a presença de Policiais Rodoviários Federais dos estados de Mato Grosso, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia e também de Goiás, especializados em fiscalização ambiental.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.