Polícia prende quadrilha que assaltava e extorquia clientes durante programas sexuais

Grupo era formado por três travestis e dois homens que gastavam o dinheiro roubado em festas

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira, 20, quatro suspeitos de extorquir e assaltar clientes durante programas sexuais, em Goiânia.  Um quinto investigado está preso na Espanha e os policiais aguardam extradição para que o mandado também seja cumprido.

De acordo com as investigações do 1º Distrito Policial, o grupo – formado por três travestis e dois homens -, gastava o dinheiro em festas. As vítimas marcavam os encontros pela internet com uma das travestis. No local combinado, eram rendidas pelos outros integrantes do grupo.

Conforme apurado pela PC, as vítimas eram ameaçadas com um estilete e agredidas com chutes e socos. Os suspeitos pegavam os celulares das vítimas, transferiam dinheiro para suas contas e também utilizavam máquinas de cartão de crédito. Até o momento, foram identificadas quatro pessoas que foram alvo da quadrilha. Uma delas teve prejuízo de R$ 14 mil.

As travestis e um dos suspeitos já estavam presos desde junho, no Distrito Federal, pelos mesmos crimes. São eles: Yago Pereira da Silva (Anita), Eduardo Souza Luz (Stephany), Marcelo Dias Moreira – que não utiliza nome social -, e Samuel Junio Nápoli. O integrante do grupo que está detido na Espanha é Paulo Rogério Marques Vasconcelos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.