“Não há nada no Sebrae que não seja minunciosamente avaliado por outros órgãos”, afirma superintendente

Ele afirma que não há qualquer tipo de apontamento de entes fiscalizadores sobre a entidade

Foto: Divulgação

O diretor-superintendente do Sebrae em Goiás, Derly Cunha, comentou suspeita de direcionamento de contratos na execução do programa Sebraetec – Serviços em Inovação e Tecnologia no ano de 2018. Ele afirma que não há qualquer tipo de apontamento de qualquer órgão fiscalizador.

“Não há nada no Sebrae que não seja minunciosamente avaliado por outros órgãos”, disse. Segundo ele, a denúncia sobre o diretor Wanderson Portugal é improcedente e pode “se tratar de informação inventada por alguém maldoso”.

“Wanderson é uma pessoa segura e séria assim como o Sebrae”, garantiu. Disse, ainda, que a entidade está à disposição para novos esclarecimentos.

 

Uma resposta para ““Não há nada no Sebrae que não seja minunciosamente avaliado por outros órgãos”, afirma superintendente”

  1. José Martins Arruda disse:

    CGU com a palavra!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.