Musculação e Crossfit estão entre principais fontes de dor de pacientes, alerta ortopedista

Segundo especialista, prática de exercícios sem supervisão pode causar danos graves às articulações

Foto: Reprodução

O aumento de matrículas em academias e para a prática do crossfit tem se refletido no crescimento do volume de pacientes nas clínicas ortopédicas. De acordo com o médico Lafayette Lage, é bastante expressivo o número de pessoas que sofrem lesões, principalmente por dois motivos: nunca se consultaram com um especialista para avaliar todas as articulações e não recebem supervisão profissional adequada nas academias.

“Um exame simples poderá avaliar as condições das articulações dos ombros, quadris, joelhos, tornozelos, pés, mãos, cotovelos e punhos, além da coluna cervical, torácica e lombar. Todos esses pontos costumam sofrer agressões de movimentos bruscos e repetitivos, formando lesões que muitas vezes só são tratadas com cirurgia. Melhor do que tomar remédio e fazer cirurgia é agir preventivamente. Sendo assim, toda pessoa deveria atrasar uma ou duas semanas a matrícula na academia para se consultar antes com um ortopedista”, alerta Lafayette.

De acordo com o médico, os exames levam poucos minutos e evitam muitos problemas. Até mesmo pessoas que começam a fazer caminhadas por recomendação do cardiologista podem lesionar os joelhos, exemplifica Lafayette. Por isso, atesta, é fundamental conhecer as próprias condições físicas antes de se entregar à prática de exercícios físicos ou esportes de impacto.

O profissional enumera, ainda, que exercícios como o abdominal podem lesionar o pescoço, o leg press é um dos grandes vilões do quadril, enquanto o polichinelo representa risco para as articulações dos ombros. Por isso, para continuar se exercitando por muito tempo – como é ideal para evitar várias doenças – a amplitude dos movimentos tem de ser menor do que vem sendo praticada pelas pessoas.

“E tem mais: ‘aquecer sempre antes e alongar sempre depois’ deve ser um mantra praticado toda vez que se vai a uma academia”, finaliza o especialista.

Crossfit

Lafayette Lage alerta também para a prática do Crossfit, que vem ganhando, nos últimos cinco anos, uma legião de adeptos mundo afora. “Mais uma vez, como em outros esportes, problemas de postura, falta de técnica e supervisão apropriadas são os pontos mais vulneráveis. Isso sem contar que muitos praticantes entusiasmados querem se provar a toda hora, sem saber se podem forçar o quanto desejam – e geralmente acabam descobrindo que não podem”, diz.

Segundo o médico, quando o atleta já está cansado e insiste em fazer mais uma série de repetições, é aí que a lesão costuma ocorrer. Sendo assim, é imperativo conhecer os limites do corpo e saber a hora de parar. “Fazer mais não significa fazer melhor, sobretudo quando o exercício não está sendo executado corretamente ou quando a pessoa tem limitações clínicas.”

23 Comment threads
14 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
37 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Nadson Modesto

Correto! Porém a fisioterapia também vai contribuir positivamente na prevenção de lesões tanto no Crossfit quanto na academia! Com avaliações funcionais e posteriormente com exercícios específicos.

Carlos Werneck

Matéria muito interessante para que possamos fazer a escolha certa do que fazer.Eu estou a procura de uma atividade que não provoque lesões, pois já tenho as minhas para tratar.Ja tive uma lesão grave em academia, pela orientação de um estagiário irresponsável, que não ouviu as minhas necessidades e insistiu em fazer com que fizesse esforço demais
.Tive lesão nas costas e lombar.

Rivaldo p. Souza jr

Procure Pilates ou natação

William Santana Pereira Fernandes

Matéria muito importante, como dito na matéria , sempre fazer exercícios com postura e qualidade , sempre na presença de um profissional…Mas temos que estar siente que, ao praticarmos qualquer atividade estamos sujeito a algo.
Concluo que o problema esta muitas vezes nas pessoas e não no esporte.

Ivonete

Qual o tipo de exame deve-se fazer para avaliar as articulações, como mencionado no a reportagem?

Não sei quem é Lafayette, não vi fonte nenhuma de pesquisas, e não vi pronunciamento nenhum do conselho de ortopedia nesta matéria. Conclusão: a opinião de um só profissional baseado em nenhum estudo acaba se tornando a concepção e pior, se repetindo na boca de cada leigo que lê essa matéria.

Juliano Pereira

Ok. Mas as considerações do autor não devem ser desconsideradas! Descomplicar o raciocínio, na minha ótica, se mostra o caminho mais equilibrado. Claro que pesquisas são importantes e claro que os argumentos do autor são coerentes, ou executar uma série fadigado no crossfit é o certo? (Pior, é o que mais ocorre hoje em dia) sendo sim causa de lesão (Stuart McGill, PhD em Coluna Vertebral, um dos caras que mais entende do assunto no mundo afirmou: nunca execute um levantamento olímpico fora da técnica e fadigado). Sou acadêmico de E.F, estudo muuuuito fisioterapia e ortopedia (disfunções) e adepto de… Leia mais

Simone Nunes

Muito boa colocação, eu sou fisioterapeuta e entendo que todo corpo deve ser respeitado dentro de seus limites. Eu atendo pilates e digo para quem eu atendo: eu passo o exercício que considero que o seu corpo possa executar, mas o limite quem dá e você (aluno/paciente).
Espero que essa matéria permita que as pessoas respeitem o limite do seu corpo, independente até de qual exercício faça.

Rossana Segabinazi

Concordo plenamente com você simone
Se não se deixar levar pela empolgação
E passar a respeitar o limite de de seu
Corpo
Pois uma lesão demora muito a se reparar

JUCIARA LIMA WANDERLEY DE CARVALHO

É verdade, algumas pessoas não respeita o limite do seu conteúdo corpo, e alguns instrutores de academia acham que sabe tudo e começar a passar exercícios sem conhecimento, tive graves problemas no joelho fazendo musculação, tive que fazer uma série de fisioterapia, hoje favor exercícios com muito cuidado e sem exageros.

Antônio Gersio moreira

Na maiorias das vezes são médicos que nunca fizeram exercícios então fica vaziu a pesquisa todo tipo de exercício e bom fazendo sem esageiro

Mila

Não é apenas opinião alheia é óbvio que qualquer excesso de qualquer coisa é prejudicial para saúde, o problema é que os praticantes na grande maioria não conhecem seus limites e exageram na busca do corpo perfeito ou para extravassar suas angústias, enfim. Fisioterapia vai acabar sendo obrigatório nas escolas.

ANDRE NICOLODI

Quero deixar claro e acredito Crossfit, LPO, Musculação, são excelentes ferramentas, mas tbm concordo sobre a fadiga e gesto técnico mal executado!! Temos alguns estudos sobre momento adutor como mecanismo de algumas lesões, a relação entre fadiga e este gesto, por exemplo está bem consolidada na literatura! Como profissionais de educação física temos sempre avaliar a prescrição em grupos grandes com muito cuidado!!!!!

Fisioterapia Funcional

Ismael, vejo que é interessante aquilo que o médico pontuou, ele simplemente falou que é necessário fazer uma avaliação prévia. Cada um tempo o seu timer de treinamento e se a pessoa passa dos seus limites pode ocorrer a Sindrome de Excesso de Exercio, causando lesões.

Arigoara

O pessoal da redação tem que tomar muito cuidado quando colocar a manchete de jornal escrevendo algo que condena o exercício! Explicitar que os exercícios mal executados e feitos sem orientação adequada por um profissional capacitado pode lesionar é uma coisa, culpar alguma modalidade dizendo que a mesma lesiona é outra!!!!! Não existe exercícios contra indicado, existem pessoas contra indicadas para determinados tipos de exercícios! Qualquer modalidade de exercícios, até mesmo uma simples caminhada pode machucar se o praticante não estiver indicado pra tal! Para se começar qualquer atividade, além da necessidade de saber ser a pessoa está clinicamente apto… Leia mais

Lucia

Ele não disse que não pode.ele alertou para que se faça antes uma avaliação física com um bom profissional. Evitando assim danos futuros. Tem academias que não tem professores formados e mesmo assim são contrados por um salário mais baixo, e com isso um oferecem sim riscos a nossa saúde.

Damião

Não vi o autor condenando nenhuma modalidade, ele fez referência a pessoas que já tem uma pré disposição a lesão, uma vez que não fazem uma avaliação com médico capacitado e o que é pior, na maioria das academias a quantidade de instrutores(as) nao é suficiente para atender a quantidade de alunos, isso agrava a possibilidade de lesões

Paulo Santos

No Crossfit o comentário foi pertinente ao dizer que o praticante cansado tenta fazer e acaba se machucando agora dizer que leg press lesiona quadril??? Tudo marketing pra aumentar suas consultas, logo se vê que é um péssimo profissional tentando apenas arrecadar dinheiro ao dizer que em poucos minutos consegue analisar as articulações e movimentos necessários para habilitar o aluno em questão.

Eliézer

Concordo plenamente. “Eles” querem reféns de consultas exorbitantes, exames de imagens claríssimo e ganhos com cirurgias, sem que antes se invista em reabilitação conservadora. Por cima, ainda querem dizer ao profissional o que fazer…. Só não assumem quando erram…

Francisco Neto

Feito de forma errada sem um profissional supervisionado e que ele ariente mesmo o aluno em vez de ficar prestando atenção em volta, vai causar lesões mesmo.
Muitas pessoas pensam que podem pegar o peso que quer, depois de certo tempo vem a lesão, desconsideram todo o estudo feito por um profissional para montar uma periodização adequada para ter um ciclo de treino sem lesão.

Odair

Infelizmente a mídia prefere divulgar as raras lesões ocasionadas pelo exercício físico. Deveriam focar em quantos sedentários morrem por dia!

Cleber

Claramente o maior problema são os profissionais q sempre sabem o quanto podem ajudar,e tbm q podem prejudicar o aluno em determinadas execuções,essa junção profissional e aluno cabeça oca ,dá nisso,e somos obrigados a ler essas matérias,q tem toda razão ..academia boa pode não é aquela q te dá o corpo perfeito,mas sim aquela q não te tira a saúde.

thiago

Lesões ocorrem sim.Estou com bursite no quadril razão da adutora.

Antônio Farias

Na verdade as aulas de Ed. Física nas Escolas não começava a prática sem que todos alunos passassem pelo Exame Clínico com o Médico. Isto aconteceu até os anos 80 vno Brasil. Para nós profissionais da Ed. Física, teoricamente era uma grande segurança. Principalmente o Crossfit que trabalha o aluno, utizando movimentos de deslocamento e impacto ou seja o Método Francês das sete Famílias. Este trabalho é originário do Treinamento Militar. Pessoas sem a mínima aptidão física com certeza terão lesão. Vamos ter muito cuidado com nossos alunos!

Professor Marcelo

O Croosfit sim é uma modalidade muito perigosa e que provoca muitas lesões, por isso quem o pratica deve cuidar muito com os exercícios de impacto e escolher um profissional adequado e Parabéns pela matéria, muito instrutiva e aos leigos que não aceitaram como comentário construtivo boa sorte!

natbenegas

procure um profissional capacitado e não terás estes tipos de problemas. É simples! Mas o povo quer pagar 60,00 de mensalidade de academia e gastar 500,00 com suplementos ao invés de contratar um personal. Aí se lesiona e bota a culpa na modalidade. Affeeeee… e esse médico aí escreveu umas besteiras em relação aos exercícios hein! Pra variar, médico achando que sabe de treino e a população acreditando em tudo que eles falam. Pra que existe faculdade de Educação Fisica com duração de 4 anos se todos entendem de treino, fisiologia, biomecânica etc, né?!?

Franciele

Foi exatamente o que aconteceu comigo. Comecei a academia com o intuito de emagrecer e acabei lesionando os joelhos, graças a Deus nada muito sério, mas necessitei fazer fisioterapia por um tempo. Isso ocorre em muitas academias por estarem super lotadas, com poucos profissionais naquele momento para auxiliar as pessoas. Deste modo, acabam fazendo exercícios com a postura incorreta ou utilizando muito peso nos aparelhos, já que não se tem uma orientação e supervisão correta dos profissionais ali presente. Essa é apenas minha experiência é opinião. Temos que ficar atentos.

Denis Cabulon

Ir em uma consulta com ortopedista não previne praticamente nada. Fazer exames de imagem não corrige disfunção artrocinematica nem faz fortalecimento seletivo para correção de movimento de forma adequada. Como dito nos comentários é importante intervenção fisioterápica para esse tipo de intervenção e tratamento, sendo que a única opção não é tomar remédios e fazer cirurgia, muito pelo contrário, MUITOS pacientes não fazem mais cirurgia nem precisam de intervenção farmacêutica pelas ferramentas encontradas na fisioterapia e outros métodos também. A parte que fala sobre não executar um exercício fatigado está ok, mas será que o médico vai investigar a causa… Leia mais

Wellington

A literatura científica não sustenta a necessidade de aquecimento, nem antes, nem depois… Aliás, aquecer depois da sessão não faz sentido (pois o corpo já está aquecido). Também lembro que muitos usam o polichinelo como estratégia de aquecimento (que para o médico seria contraindicado). Também não conheço estudo associando leg press e lesão no quadril. Seria legal que o autor publicasse algo um estudo de casos. Fica a dica: ‘faça um levantamento dos casos não associados a ‘academia’ e compare com os casos associados. Use um qui-quadrado como estatística. Há alguns cuidados metodológicos adicionais, mas esse é o raciocínio principal’.

Jackson (WJRS)

Diversas variáveis devem ser levadas em consideração para realização de um plano de exercícios físicos relacionados a alguma dessas atividades, tais como a individualidade biológica do aluno, elementos endógenos e exógenos relacionado a atividade, a habilidade e experiência que o aluno possuí e objetivo a ser alcançado. É responsabilidade de um professor trabalhar com todas as variáveis e planejar o treino de forma consciente. Em casos de lesões ou problemas já conhecidos é imprescindível que haja uma consulta médica para saber qual a situação do aluno e entregue ao professor para ele planejar os exercícios com base em suas limitações.… Leia mais

GILDETE

Parabens Dr pela excelente matéria para todos aqueles que querem ou realizam atividades fisicas com ou sem supervisao .

MARCEL FERNANDO GARCIA

Prático CrossFit a 2 anos e nunca me lesionei. Vivia com dores nas costas e joelhos, com o CrossFit, ganhei força, mobilidade, flexibilidade, perdi gordura e muita motivação. O problema não é a modalidade e sim o “profissional” que orienta a modalidade e o ego das pessoas que fazem além dos seus limites. Conheça algo e tenha propriedade para falar sobre.

Anonimo

Qual estudo foi utilizado para fazer essa matéria? Achei um cúmulo, poís tudo hoje na área da saúde e feito estudo, essa matéria estão praticamente falando que o profissional de educação física não estão aptos a fazer essa avaliação? Que somente um ortopedista deve fazer uma avaliação física, postural, anaminese! Queria saber aonde tá falando que somente o ortopedista pode fazer isso? A área da saúde trabalha com vários profissionais fisioterapeutas, médicos e educadores físico isso se chama multidisciplinar! Melhor rever essa matéria pois para eu está um lixo.

Priscila Ferreira - CREF 078923-G/SP

Na verdade, o que não é dito na reportagem acima é que o número de praticantes de CrossFit aumentou. Proporcionalmente também haverá aumento de lesões dentro da modalidade. Infelizmente as pessoas estão cada vez mais sedentárias, obesas e com a alimentação ruim, o que interfere no bom funcionamento do organismo. Por mais que nós, profissionais da área de Educação Física exija atestado médico para a prática de atividade física e faça as devidas adaptações de acordo com as condições físicas e técnicas de cada aluno, torna-se imprevisível saber se o mesmo irá se lesionar, mesmo estando ciente do histórico de… Leia mais

Marcos Paulo Morais

Meu caso pelo menos foi totalmente diferente . Tenho , ou melhor tinha uma lesão no ombro e no joelho onde estava esperando cirurgia do SUS, então nessa espera resolvi fazer essa prática de exercícios , entrei nesse esporte e graças a Deus e aos profissionais que me acompanham não precisarei mais dá ser nenhuma cirurgia pois fortaleci totalmente minha estrutura corporal e minhas articulações . Estou dizendo que esse foi meu caso .

Cristiano

Me pareceu que esta matéria foi mais pra vender o serviço do médico do que falar de forma coesa dos cuidados dos exercícios físicos.

Wesley

Por experiência com mais de um ortopedista, eles não pedem exames, mesmo um simples raio x, se não houver dor. Essa avaliação antes do início das atividades físicas seria ótimo. Quando quero fazer um exame, preciso inventar dores para que exames sejam prescritos.