Ministra Rosa Weber mantém afastamento do presidente do PROS

Eurípedes Júnior perdeu o cargo por suspeita de corrupção com dinheiro do Fundo Eleitoral

Eurípedes Macedo Júnior, presidente do Pros / Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber, negou pedido do presidente do PROS, Eurípedes Júnior, para ser reintegrado ao cargo. Ele foi afastado no último sábado, 11, pela Executiva Nacional Provisória do partido por suspeita de corrupção.

Um dos motivos alegados pela diretoria formada pela sigla para o caso é que Eurípedes poderia destruir provas. A suspeita é que o ex-presidente tenha desviado recursos do fundo partidário.

A nota sobre a destituição cita a compra de um helicóptero por R$ 2,4 milhões, além de imóveis, com dinheiro do fundo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.