Marconi vai participar da campanha, diz acreditar Jânio

Segundo presidente estadual tucano,  ex-governador atua nos bastidores e participou de reuniões sobre pleito de Goiânia.  Prefeito afirma crer que Marconi deve participar também em outros municípios  

Jânio Darrot | Foto: Fábio Costa | Jornal Opção

Em entrevista ao Jornal Opção, o presidente estadual  do PSDB, o prefeito de Trindade, Jânio Darrot, revelou que o ex-governador Marconi Perillo já participa, nos bastidores, da mobilização da pré-campanha em Goiânia. E diz acreditar que ele também deve estar presente na campanha em outros municípios quando requisitado.  “Vai participar ativamente, essa é a vontade do PSDB”, afirmou. Jânio assinala que Marconi é a referência maior do partido, “o grande líder”, e suas realizações “o que o PSDB tem para apresentar”.  

“O governador Marconi Perillo está participando do processo. Já fez algumas reuniões para agrupar o PSDB em torno da pré-candidatura do Talles (Barreto, deputado estadual).Todo aquele PSDB histórico, então, está abraçando a candidatura dele. O governador Marconi é muito querido dentro no partido. Tem uma força muito grande e um respeito muito grande de todos nós. Ele consegue unir as várias alas do partido”, disse, sobre o trabalho de bastidores em Goiânia.  O ex-governador José Eliton e outras lideranças tradicionais também estariam engajadas.

Reuniões de participação de Marconi nos bastidores estariam sendo feitas há cerca de 40 dias com lideranças tradicionais, com a cúpula e também com o pessoal da luta histórica do partido. “Essas reuniões foram muito importantes”, disse. Jânio observa que o ex-governador não deseja usar a campanha para defender o legado dele. “Ele jamais quer fazer isso”, assegura, afirmando que o  ex-governador deixou claro que só atuará naquilo que for chamado para ajudar e contribuir.  Em outros municípios do estado, para o presidente do PSDB, o ex-governador deve contribuir com o processo “onde for chamado”, principalmente por  aliados, “amigos históricos”, dele.

Jânio afirma, porém, que aqui na capital as realizações de governo devem ser lembradas. “O Talles não vai esconder o Marconi, não vai cometer este erro. Pode ser que, talvez, alguns vejam isso contrários,  que não deveria ser assim, mas já foi definido que o Talles não tem intenção nenhuma de esconder o Marconi . Até porque o governador Marconi Perillo fez muita coisa por Goiás; então, nós temos é que ter coragem de mostrar isso, de fazer o contraponto”, diz acreditar. “Não sei como o Marconi vai aparecer, ou se ele quer aparecer, mas o Talles não vai esconder”, disse.

Ao ressaltar que “o PSDB não vai esconder o governador Marconi”, Jânio Darrot assinala que  o ex-governador construiu “uma história muito bonita”.  E acrescenta:  “Hoje ele está passando tudo o que está passando, mas se voltar ao passado, de 1998 para cá, você vai ver o quanto o Marconi  produziu para o estado”, disse, se referindo as realizações, obras. O presidente observa que o ex-governador já está se defendendo de acusações alegadas em fóruns e instâncias de justiça adequadas.  

Na capital

Em Goiânia, onde o partido nunca conseguiu avançar em uma candidatura competitiva própria, a meta é que, agora, o deputado Talles Barreto, pré-candidato tucano, tenha um cenário melhor para se consolidar. Jânio lembra que o partido ficou no governo 20 anos, com base de partidos de sustentação muito grande. “Logicamente, esses partidos reivindicavam a possibilidade de disputar a Prefeitura”, lembra. “Agora, o PSDB está livre,  não tem compromisso. Vamos colocar candidatura própria. O Talles está muito animado, disposto. Isso nos motiva”, disse.

Metas

Jânio disse que a perspectiva do partido é lançar mais de 70 candidatos a prefeito no estado, 20 em reeleição, além de cerca de 50 candidatos a vice e em torno de 2200 candidatos a vereador. Em meio a pandemia, e suas restrições sobre aglomerações, o PSDB está se preparando para fazer uma forte campanha nas redes sociais, já que o corpo a corpo com o eleitor não poderá acontecer. “Já estamos nos preparando, e preparando nossos pré-candidatos, há muito tempo através das redes. O pessoal já está assimilando e se acostumando com isso, ao uso da internet”, diz acreditar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.