‘A Casa’ é proibida pela Justiça de realizar novos shows em Goiânia

Empreendimento deve executar projeto técnico de adequação acústica capaz de impedir a propagação de ruídos

A Casa Box foi proibida pela justiça de realizar novos shows em Goiânia | Foto: Reprodução / Cedida ao Jornal Opção
A Casa Box | Foto: Reprodução

O juiz Danilo dos Santos acolheu pedido do Ministério Público e proibiu o espaço A Casa de realizar novos shows em Goiânia. A empresa, conhecida como Box Dream, realizou eventos no setor Alto da Glória entre os meses de agosto e setembro de 2018.

De acordo com o MP, os sócios Felipe Câmara Teixeira Campos e Paulo Victor Leão de Souza não possuem licença ambiental para funcionamento do espaço. Por isso, o órgão entende como necessária a paralisação das atividades para eventos futuros.

Ainda segundo o Ministério Público, os shows realizados no ano passado emitiram ruídos acima dos limites estabelecidos pela legislação. O barulho incomodou a vizinhança do espaço.

Para voltar a funcionar, empreendimento agora deve executar projeto técnico de adequação acústica que seja capaz de impedir a propagação de ruídos acima dos limites legais. A empresa também deve obter o licenciamento ambiental devido. Essas providências foram determinadas pelo magistrado na liminar, sob pena de multa no valor de R$ 200 mil.

Irregularidades 

De acordo com o processo, o empreendimento começou a funcionar na área entre a Rua 106 e Rua Araxá de forma totalmente irregular, sem licenciamento ambiental.

O trâmite, de acordo com o MP, requer a realização de estudos técnicos, tais como impacto de trânsito e vizinhança e implantação de projeto de adequação/vedação acústica em suas instalações.

O promotor destaca que o imóvel é totalmente aberto, de grande porte, com área total de 13mil m² e tem capacidade de público de até quase mil pessoas.

A reportagem entrou em contato com a Agência Box Dream, mas até a publicação desta matéria não obtivemos respostas. O espaço permanece aberto para manifestações da empresa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.