Em “solidariedade” a colegas, alunos de medicina repetem foto polêmica

Depois de relatar casos de assédio que sofreu, escritora denunciou, pelo Facebook, novo caso de futuros médicos fazendo gesto interpretado como apologia ao estupro

Inspirados em um grupo de estudantes de medicina do Espírito Santo, jovens repetiram no início dessa semana foto em que aparecem vestidos de jaleco médico e fazendo gesto que remete ao órgão genital feminino e incitaria o estupro. A denúncia foi feita pela escritora Elika Takimoto em sua conta no Facebook.

Os alunos da nova imagem que tomou as redes nesta terça-feira (11/4) são da Universidade Regional de Blumenau (Furb). A instituição informou que já foi instalada uma comissão para apuração dos envolvidos, obedecendo os preceitos legais.

Ainda na segunda-feira (10), a escritora Elika Takimoto já havia postado um relato em que conta duas situações de assédio e estupro sofridas por ela em consultórios. Da primeira vez, ela afirma que estava em uma consulta oftalmológica quando tinha apenas dez anos e o médico, se aproveitando da distração da mãe, tirou seu pênis da calça e a forçou a tocar nele.

Depois, prossegue Elika, um ginecologista a apalpou durante uma consulta e ela, adolescente, não soube como reagir. “Que esses ‘futuros médicos’ jamais sejam médicos. Que a Universidade expulse todos e a sociedade entenda que não mais aceitaremos esse tipo de apologia ao estupro e ‘brincadeiras’ com esse tipo de coisa”, pediu ela.

Entenda o caso

Na legenda da foto original que motivou a “homenagem”, os estudantes da Universidade Vila Velha (UVV), do Espírito Santo, além de exibirem o gesto obsceno, também estavam com as calças arriadas e usaram como legenda da publicação a hashtag  “Pintos Nervosos”.

Em nota, a assessoria de imprensa da Universidade de Vila Velha confirmou que os alunos estudam na instituição, mas não informou se eles fazem especialização em ginecologia, como foi denunciado nas redes sociais.

Mesmo assim, a instituição disse que repudia a ofensa e que iria ouvir os alunos e instaurar sindicância para responsabilizar os estudantes “que tenham transgredido as normas e códigos de ética”.

Confira a denúncia e o desabafo de Elika:

27 respostas para “Em “solidariedade” a colegas, alunos de medicina repetem foto polêmica”

  1. Avatar Erli Vieira disse:

    Sem perfil para trabalhar com pessoas ou qualquwr área que necessite uma postura de respeito.

  2. Avatar Botelho Pinto Durão disse:

    Quiseram tirar proveito da situação para terem seus 5 minutos de fama, tanto os médicos(?), qto os futuros(?) médicos(?). Com isso, apenas demonstraram o caráter que (não) têm. BABACAS!!!

  3. Avatar Bruno Lira disse:

    Babacas e imbecis tanto os do Espírito Santo quanto os de Blumenau.

  4. Avatar Andra Valladares disse:

    É a imbecilidade rompendo fronteiras… Precisam virar homens seus moleques.

  5. Avatar SARAH RODRIGUES DA CRUZ FENAUX disse:

    Para mim, deveríamos nos unir e fazer outdoors com a foto e os nomes dos envolvidos com a seguinte frase: Você consultaria com estes médicos?? E Espalharaia por todas as capitais do país, em locai como aeroportos, rodoviárias perto dos Shopping, na traseira das lotações, só assim talvez eles sentiriam vergonha na cara, podíamos conseugir alguém que patrocinasse estes outdoors para nós.

    • Avatar Fabiana disse:

      Adorei a sua ideia!

    • Avatar Botelho Pinto Durão disse:

      Sarah Rodrigues da Cruz Fenaux, sua idéia é excelente, mas, isso pode ser feito de uma forma mais simples. Basta que sejam espalhados BANNERS pelas redes sociais e estes bandidos estarão com seu filmes queimados para sempre.

    • Avatar Rita de Cássia Marchi disse:

      adorei a ideia SARAH RODRIGUES DA CRUZ FENAUX! Estava pensando em fazer isso de forma massiva aqui mesmo no facebook, pois os pais dos “estudante” da FURB (SC) já estão processando a primeira mulher que postou a foto e reclamou da postura dos futuros “médicos”! Mas se TODAS nós fizermos duvido q consigam processar a todas nós!!

  6. Avatar SARAH RODRIGUES DA CRUZ FENAUX disse:

    Para mim, deveríamos nos unir e fazer outdoors com a foto e os nomes dos envolvidos com a seguinte frase: Você consultaria com estes médicos?? E Espalharaia por todas as capitais do país, em locai como aeroportos, rodoviárias, perto dos Shopping Centers, na traseira das lotações, só assim talvez eles sentiriam vergonha na cara. Seria ótimo se algum empresário se prontificasse em patrocinar estes outdoors para nós.

  7. Avatar Claudia disse:

    Nunca deixei minha filha sozinha com medico algum, sempre entrei nos consultorios com ela, imaginava exatamente isso, ela sofrer abuso sexual e depois nao saber como falar pra mim, e o que é pior, ficar traumatizada pra sempre.

  8. Avatar Yoni disse:

    SIMPLES EXPLICAÇÃO: RI-DÍ-CU-LOS!!!!!!!!!burguesia podre!!! com chances e dinheiro para estudo mas frutos da criação dos pais que tiveram que não devem ser lá muito diferentes!

  9. Avatar Maria disse:

    Lixo, escória da sociedade, animais trajados de médicos!

  10. Avatar Caio disse:

    Cara, olha o congresso, a guerra na Síria, alguns jovens fazendo gestos obsenos eh muito menos preocupante que tudo que está acontecendo

  11. Avatar Yarinha disse:

    Que nunca ganhem o CRM esses babacas! Punição para eles, ou teremos mais e mais jovens fazendo igual ou pior.

  12. Avatar Orlando Souza disse:

    Eu, particularmente admiro muito a profissão de medicina, sei que têm muitos profissionais que honra seu trabalho.
    Daí vem estes imbecis e tenta sujar esta profissão tão linda.

  13. Avatar Paulo de tarso disse:

    Sinceramente o que dizer de uma cena dessas…jovens estudantes, pessoas com poder aquisitivo bom, pq não é qualquer um que pode pagar faculdade de medicina… o que pensar de pessoas assim que se prestam a fazer uma foto dessas…qual paciente vai querer ser atendido por pessoas assim…pra mim queimaram a carreira antes de começar..

  14. Avatar Renata disse:

    São só uns caras tontos querendo imitar seus ídolos mais tontos ainda. Vejam:
    Os acadêmicos da XXXV Turma de Medicina da FURB vêm manifestar seu apoio aos colegas de turma, que tiveram uma foto divulgada nas redes sociais como se fizessem apologia ao estupro ou à violência contra a mulher.
    Atestamos que a referida foto foi tirada em 11 de fevereiro de 2017, portanto muito antes do escândalo envolvendo fotos compartilhadas por estudantes de medicina de uma universidade do Sudeste, interpretada como apologia ao estupro.
    Primeiramente, a foto dos acadêmicos da FURB não foi publicada ou compartilhada por nenhum deles em qualquer rede social aberta, tampouco sob qualquer hashtag. Não se trata, portanto, de nenhuma brincadeira ou manifestação de pensamento feita com o propósito de ser difundida.
    Em segundo lugar, referida foto foi sabidamente tirada – e a postura dos acadêmicos evidencia isso – em alusão a fotos similares dos famosos jogadores de futebol Neymar e Ronaldinho Gaúcho http://esportes.estadao.com.br/blogs/bate-pronto/neymar-repete-gesto-de-ronaldinho-em-foto-oficial-do-barcelona/ , não havendo, portanto, qualquer conotação de ordem sexista.
    Finalmente, os demais acadêmicos da Turma XXXV Medicina da FURB garantem a retidão de caráter dos referidos acadêmicos, que jamais manifestaram ou demonstraram qualquer espécie de desrespeito e/ou preconceito contra o sexo feminino ou contra a liberdade sexual, e lamentam profundamente o fato dos mesmos estarem sendo vítimas da apressada interpretação dada à foto publicada totalmente fora do seu contexto.
    Estamos certos de que todos os esclarecimentos serão feitos, nas mais diversas esferas e, principalmente, esperamos que as vidas pessoal e profissional destes acadêmicos não sejam afetadas por conta deste lamentável incidente

  15. Avatar Angelo disse:

    Eu sempre disse que os canalhas são solidários. Eis um dos motivos da medicina no brasil ser o que é.

  16. Avatar Kgil disse:

    Absurdo! Profissionais que deveriam dar exemplo, ficam fazendo graça com um assunto sério como esse. É porque não foi nenhuma parente próxima deles, como mãe, irmã, esposa ou filha que passou por uma situação humilhante de abuso!

  17. Avatar vilma Lucas disse:

    Eles sabem que não vai ter punição. Brasil um país sem lei.

  18. Avatar Rodrigo disse:

    Quero saber se a denúncia já foi formalizada ao MP e ao CFM.

  19. isso é uma tremenda babaquice, eles não são médico e nunca serão agindo dessa maneira. Onde está a ética, moral e o tal juramento de Hipócrates?

  20. Avatar Marina disse:

    Nojo é a primeira palavra que vem à minha mente quando vejo essa foto. Discussões á parte, eles simplesmente deveriam ser expulsos e impedidos de exercer qualquer atividade profissional que os desse acesso ás mulheres. Corja sem noção! Começaram a vida adulta fazendo um curso no qual a base é a dignidade e a responsibilidade de salvar vidas e cuidar de outras pessoas, mas já deixaram claro que estão com outra coisa em mente. Fora com eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.