Editora Abril vai ter que indenizar atriz em mais de R$ 100 mil por foto publicada na Playboy

Fotógrafo conseguiu fazer imagem dos seios de Isis Valverde enquanto ela gravava novela e registro indevido foi parar, sem autorização dela, nas páginas da revista

A Editora Abril vai ter que indenizar, em R$ 110 mil, a atriz Isis Valverde por ter publicado, sem seu consentimento, uma foto de seus seios na revista Playboy em 2007. Na época, ela trabalhava na novela “Paraíso Tropical”, da TV Globo, em cuja cena final sua personagem morria depois de despencar dos Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro.

Durante a gravação da cena, filmada de dia, um fotógrafo se posicionou de maneira a conseguir fazer a foto e fez um registro de seus seios. A revista Playboy resolveu, então, publicar a imagem na seção “Click, Flagras Indiscretos da Fama”, com a legenda: “Isis Valverde, no Rio, dá adeusinho e deixa escapar o cartão de boas-vindas”.

Além de considerar os danos morais, visto que houve exposição indevida e descontextualizada da sua imagem, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), responsável pela decisão, considerou também que houve dano material, baseado no que ela receberia pela foto caso tivesse interesse em divulgá-la. A Editoral Abril ainda pode recorrer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.