Donos de boate são multados por permitirem que menores usassem narguilé

Mãe e filho são proprietários do estabelecimento que foi interditado

Donos de boate de Aragoiânia são multados por permitirem que menores usassem narguilé
Foto: Divulgação MP

A Justiça acolheu representação do Ministério Público de Goiás e multou a comerciante Márcia Antônia Saldanha Moreira e o filho Cássio Saldanha Moreira, por irregularidades diversas no estabelecimento mantido por eles na Rua Agnelo Coelho, esquina com a Avenida Goiás, no Centro, em Aragoiânia.

O Conselho Tutelar do município e Secretaria Municipal de Finanças flagraram no dia 21 de março deste ano irregularidades que levaram à interdição da Tabacaria Dubai Hookah.

De acordo com o MP, o local funcionava como uma boate, inclusive com a promoção de shows e manejo de narguilé e venda de bebida alcoólica, cujo acesso era permitido a adolescentes.

Considerando os riscos e prejuízos aos jovens, a juíza multou mãe e filho em 10 salários mínimos pela falta de sinalização da faixa etária dos shows; em mais 20 salários mínimos por não seguir as normas sobre o acesso de crianças e adolescentes aos locais de diversão; e ainda R$ 10 mil por descumprir a proibição de venda de bebida a jovens. A interdição do local deve permanecer até o pagamento da multa de R$ 10 mil.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.