Destravamento de obras e ações inovadoras marcam 100 dias de Baldy em São Paulo

Goiano é titular da Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo (STM)

Destravamento de obras e ações inovadoras marcam 100 dias de Baldy em São Paulo - Jornal Opção
Alexandre Baldy | Foto: Cedida ao Jornal Opção

Os três primeiros meses da gestão do goiano Alexandre Baldy frente à Secretaria de Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo (STM) foram marcados pelo desafio de apresentar soluções inovadoras e gestão estratégica.

Ampliação de serviços, renovação de frotas, entrega de estação e inovações que eram esperadas pela população há cerca de duas décadas foram entregues. Sob a gestão de Baldy estão os comandos do Metrô, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) e da Estrada de Ferro Campos do Jordão, que fazem parte do transporte público da Região Metropolitana do Estado de São Paulo (RMSP). Cerca de 10 mil passageiros, por dia, fazem uso dos transportes metropolitanos.

Para o metrô, neste primeiro trimestre, o Secretário Alexandre Baldy e o presidente da empresa, Silvani Pereira, entregaram a estação Campo Belo na Linha 5-Lilás, ampliaram o horário de funcionamento do monotrilho da Linha 15-Prata, que também foi concedida à iniciativa privada neste trimestre. Os contratos para a construção das cinco últimas estações dessa linha também foram assinados na gestão de Baldy. Outro novo projeto da companhia é o Metrô Consulting, que permitirá a prestação de consultoria a outros estados e até outros países, aproveitando o conhecimento adquirido ao longo de cinco décadas.

Na CPTM, com o auxílio do presidente Pedro Tegon Moro, foram ampliados os serviços Connect, Expresso Leste-Mogi e o Expresso Linha 10+. A Companhia tem investido também na modernização da rede com novos trens e reformas de estações.

Na EMTU, agora presidida por Marco Antonio Assalve, foram entregues 55 novos ônibus nas regiões sudoeste e ABC. Também haverá nova frota na Região Metropolitana de Campinas que receberá até julho 140 novos coletivos com ar-condicionado após acordo com concessionária Bus+. A EMTU/SP promoveu ainda a integração de quatro linhas metropolitanas à Estação São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela, o que possibilitou que cerca de 15 mil passageiros cheguem mais rapidamente ao sistema metroferroviário.

Para fomentar o turismo em Campos do Jordão, a pasta concedeu à iniciativa privada a administração e manutenção do Parque Capivari. Ao longo dos 30 anos de concessão, a Eco Jordão S.A. vai investir R$ 35,3 milhões em obras de reforma e modernização, manutenção e administração do espaço.

Além disso, a STM liberou a entrada de animais de estimação de até 10 quilos em trens da CPTM, do Metrô e nos ônibus intermunicipais e VLT da EMTU.

“A missão de nosso Governo é entregar aos passageiros condições mais eficientes, confortáveis e seguras para se locomoverem no transporte público sobre trilhos e pneus intermunicipais. Sabemos a grandiosidade do desafio e vamos investir em infraestrutura e em melhores serviços. Nenhuma obra ficará parada e seguiremos o trabalho com transparência, eficiência e gestão estratégica”, pontua Baldy.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.