Augusto Diniz
Augusto Diniz

Cinco motivos para não perder shows de hoje na Diablo

A partir das 20h quatro bandas, uma goiana e três internacionais, se apresentam no palco da casa noturna pela turnê We Are One

Banda canadense Belvedere é a última a se apresentar nesta quinta-feira (25/2) na Diablo | Foto: Chris Wedman

Banda canadense Belvedere é a última a se apresentar nesta quinta-feira (25/2) na Diablo | Foto: Chris Wedman

A casa noturna Diablo Pub traz nesta quinta-feira (25/2) três representantes internacionais e um goiano do skate punk, que também pode ser chamado de hardcore melódico, estilo musical que ganhou força nos anos 90. Os shows começam às 21 horas, como divulgou a página da Diablo hoje, e o ingresso, no terceiro lote, custa R$ 40 antecipado — o preço pode subir na hora do evento.

O Jornal Opção traz cinco motivos pelos quais vale a pena sair na noite desta quinta-feira e assistir ao vivo as bandas Belvedere e Mute, do Canadá, Adrenilazed, da Espanha, e Atomic Winter, goiana que faz o primeiro show às 21 horas. Além dos shows, o DJ Pedro Hernandez comanda a pista após as apresentações.

Primeiro motivo: A turnê We Are One, que começa hoje na América do Sul por Goiânia, passa por Curitiba (26/2), São Paulo (27/2), Rio de Janeiro (28/2), Buenos Aires, na Argentina (2/3), Santiago, no Chile (4/3), Lima, no Peru (5/3), e Bogotá, na Colômbia (6/3), traz dois grandes ícones do hardcore melódico do final dos anos 90 à capital.

As bandas Belvedere e Mute influenciaram muitas bandas do cenário nacional no estilo, inclusive são grupos que os integrantes da goiana Atomic Winter cresceram ouvindo. A única parte ruim é que Goiânia é a única cidade que não receberá o Lagwagon, de Santa Barbara, na Califórnia (Estados Unidos), a principal atração da turnê.

Segundo motivo: Essa é a segunda reunião da banda canadense Belvedere desde a primeira parada em 2005. O grupo foi formado em 1995 e lançou quatro discos — Because No One Stopped Us (1998), Angels Live in My Town (2000), ‘Twas Hell Said Former Child (2002) e Fast Forward Eats the Tape (2004) –, além do split Hometown Advantage (2003) com o conjunto canadense Downway.

Do Belvedere são mais conhecidas seis músicas que ganharam videoclipes: High School Heroics, Closed Doors, Slaves to the Pavement, Two Minutes for Looking So Good, Brandy Wine e Elementally Regarded.

A música Slaves to the Pavement é uma introdução legal para quem não conhece o Belvedere:

Terceiro motivo: O disco Thunderblast (2011), dos também canadenses Mute, foi o último dos quatro a ser lançado pela banda. Das canções Bates Motel até Shadow of a Doubt, o álbum traz dez músicas que simbolizam bem o vocal melódico bem característico do grupo. Antes, saíram Blueprints (2001), Sleepers (2004) e The Raven (2008). Vale a pena conferir ao vivo.

Ouça a música Bates Motel, do disco Thunderblast:

Quarto motivo: Da Europa, o Adrenalized vem representando San Sebastián, na Espanha. Com três discos lançados — Vote for the Fake (007), Docet Umbra (2010) e Tales From the Last Generation (2013) –, o quarto se descreve de forma bastante despretensiosa o que eles classificam como “hardcore melódico rápido”.

“Nós não somos os caras mais legais da cidade, nós não temos cortes de cabelos estranhos, nós não usamos roupas chiques nem temos um fã-clube (nossos amigos para levar em consideração). Nós somos meio que pessoas normais, apenas uma banda de amigos que um dia decidiu que nós íamos fazer basicamente o que gostávamos (e ainda gostamos): compor e tocar canções do jeito que a gente gosta. Então, por favor, não espere um conto de fadas aqui.”

Do disco Docet Umbra, uma boa amostra é a canção No More Vassals:

Quinto motivo: O representante goiano não tem toda a história do Belvedere, principal banda da noite, mas não fica para trás. Atomic Winter é o quinteto de Goiânia que, junto com poucas bandas de hardcore melódico daqui, faça o que tem de melhor no estilo nos últimos anos em Goiás.

Depois de lançar os EPs The Storm Inside (2007), Flesh and Blood (2011), eles soltaram o disco Snowmelt (2013). No ano passado, a Atomic Winter divulgou o single Concrete Squall, que foi parar neste ano na coletânea japonesa Let’s Leave No Punks Unspoken. Só pela bagagem das bandas, a noite já parece no mínimo interessante.

Assista ao clipe de Stand Up Again, do disco Snowmelt:

Warm Up – We Are One Tour 2016 – BELVEDERE + MUTE + ADRENALIZED + ATOMIC WINTER – GOIÂNIA

Data: Quinta-feira (25/2)

Local: Diablo Pub — Rua 91, número 632, Setor Sul

Horário: a partir das 20h

Ordem dos shows:
21h – Atomic Winter
21h45 – Adrenalized
22h30 – Mute
23h30 – Belvedere

Ingressos: R$ 40 (antecipado – 3º lote)

Venda online: Sympla

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.