Autoramas lança primeiro disco de estúdio com nova formação

Há um ano ao lado de Gabriel Thomaz na banda, Fred Castro, Melvin e Érika Martins soltam álbum que traz 12 canções pelo selo HBB

Atração do Festival Bananada em maio, Autoramas lança primeiro disco de estúdio com formação que tem Gabriel Thomaz, Érika Martins, Fred Castro e Melvin | Foto: Felipe Diniz

Atração do Festival Bananada em maio, Autoramas lança primeiro disco de estúdio com formação que tem Gabriel Thomaz, Érika Martins, Fred Castro e Melvin | Foto: Felipe Diniz

Augusto Diniz

O Futuro dos Autoramas, disco de estúdio da banda carioca Autoramas depois de cinco anos do lançamento de Música Crocante em 2011, foi disponibilizado nesta sexta-feira (18/3) para ser ouvido na plataforma de música online Spotify. São 12 canções gravadas pela nova formação do grupo, que desde o início de 2015 toca junto.

Conhecido por ser um power trio que já teve na bateria Nervoso (1997-1998), Bacalhau (1998-2015), que voltou para o Planet Hemp, no baixo e vocal Simone (1997-2004), Selma Vieira (2004-2008) e Flávia Couri (2008-2015), continuou um de seus fundadores, o guitarrista e vocalista Gabriel Thomaz, brasiliense conhecido no meio alternativo pela banda Little Quail and The Mad Birds.

A Gabriel se juntaram, no início de 2015, Érika Martins (ex-Penélope) na guitarra, sintetizador e percussão, Fred Castro (ex-Raimundos) na bateria e Melvin no baixo. O disco O Futuro dos Autoramas será lançado em versão física pelo selo paulista Hearts Bleed Blue (HBB), possivelmente em abril.

Nas faixas de O Futuro dos Autoramas, a nova formação, agora um quarteto, mantém a pegada surf music e agressiva da sonoridade da banda, mas inclui uma roupagem mais melódica e pop rock ao grupo carioca em seu primeiro registro junto em estúdio. Telecatch é um bom exemplo instrumental da veia surfista do som do Autoramas nesse álbum, enquanto A Sua Vinda Até Aqui e Rolo Compressor mostram um Autoramas mais romântico, mas não menos roqueiro.

O projeto gráfico é assinado por Paulo Rocker e o disco já ganhou seu primeiro videoclipe, da canção Jet To The Jungle. A produção do álbum foi feita pela banda e Lê Almeida, masterizado e mixado por Jim Diamond, produtor de Detroit (Estados Unidos), que já trabalhou com The Sonics, The White Stripes e Dirtbombs.

Com projeto gráfico de Paulo Rocker, O Futuro dos Autoramas foi disponibilizado nesta sexta-feira (18/3) para audição online | Imagem: Divulgação

Com projeto gráfico de Paulo Rocker, O Futuro dos Autoramas foi disponibilizado nesta sexta-feira (18/3) para audição online | Imagem: Divulgação

As 12 faixas, que são 11 músicas e uma bônus, foram gravadas em quatro estúdios do Rio de Janeiro: Toca do Bandido, Escritório, Superstudio e Estúdio da Warner-Chappell. É o primeiro disco do Autoramas com parceria nas composições entre Gabriel e Alvin L., nas canções Quando a Polícia Chegar e Verão.

O clipe de Jet To The Jungle foi dirigido por Eduardo Souza Lima, que marca a divulgação digital do novo disco. De acordo com Gabriel, a canção foi feita originalmente para a banda japonesa de garage rock Guitar Wolf, formada, segundo o líder do Autoramas, por fãs e amigos do grupo carioca. “A música é tão boa que eu não consigo tocar”, disse, na versão de Grabriel, o guitarrista Seiji, do Guitar Wolf.

O Autoramas é uma das atrações confirmadas no Festival Bananada de 2016, que acontece em Goiânia de 9 a 15 de maio. Nesse um ano com a nova formação, o selo alemão Soundflat Records lançou, em 2015, o LP Unsere Favoriten, com músicas antigas da banda e covers tocados ao vivo.

Assista ao videoclipe de Jet To The Jungle:

Ouça o disco O Futuro dos Autoramas:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.