Municipalista, José Eliton se fortalece como o nome da base aliada

Vice-governador tucano já conta com uma rede de apoio nos partidos e também com a simpatia de prefeitos eleitos e deputados

Base aliada marconista tem no vice-governador o nome mais articulado para a sucessão em 2018 | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Base aliada marconista tem no vice-governador o nome mais articulado
para a sucessão em 2018
| Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Cezar Santos

O adjetivo “municipalista” pontua praticamente todas as avaliações que os companheiros do vice-governador José Eliton (PSDB) fazem sobre ele. E, sem dúvida, esse adjetivo é uma forte credencial para quem pretende disputar o cargo eletivo máximo da administração pública estadual. Posto isso, sim, José Eliton é o nome da base aliada para a sucessão de Marconi Perillo (PSDB) em 2018.

Um autêntico workaholic, José Eliton vem trabalhando em ritmo quase de pré-campanha, tanto como vice-governador quanto como titular da pe­sa­díssima Se­cre­taria de Se­gu­rança Pública. “É um nome preparadíssimo”, atesta o deputado federal João Campos, do PRB. “Eliton é o que temos de concreto, de positivo, de interessante para o governo em 2018”, emenda o também deputado federal Giuseppe Vecci, do PSDB.

Eliton realizou um importante trabalho de articulação nas eleições municipais, mantendo contato e negociações com centenas de candidatos a prefeito e a vereador em todo o interior goiano. E na se­quência da eleição, após o se­gundo turno, o governador Mar­coni Perillo deu início a uma série de reuniões com os prefeitos eleitos e reeleitos, maratona prevista para até o fim do ano. O governador quer ratificar parcerias com os gestores municipais. Afinal, parceria é uma prática que o tucano enfatiza sempre como uma prioridade de sua administração.

Está certo Marconi: união de esforços é a política do ganha-ganha: ganham os cidadãos, com mais obras e serviços, e ganham também, na forma de dividendos políticos e eleitorais, o governador e os prefeitos. Por isso, não é por acaso que, ao lado de Marconi nesses encontros, José Eliton seja presença constante.

Na condição de municipalista, o vice-governador acompanha os prefeitos em suas demandas, re­força o conhecimento da realidade de cada um dos municípios e já se coloca de antemão a par do que precisa ser feito. Com certeza, esse olhar atento às necessidades dos gestores recebe reconhecimento.

O prefeito eleito de Jataí, Vinicius Luz (PSDB), por exemplo, não titubeia: “Não há a menor dúvida de que o candidato a governador de nossa base política será o vice-governador José Eliton. Acrescento que ele me ajudou na campanha para prefeito. Trata-se de um político de valor, o que prova que a base marconista sabe se renovar. E temos de lembrar ainda que, mesmo com todas as dificuldades nessa área, José Eliton tem feito um trabalho extraordinário como secretário de Segurança Pública”.

Prefeito eleito de Itumbiara, o jovem deputado Zé Antônio (PTB) começa dizendo que tem o vice-governador como referência pessoal, como perfil político e administrativo. “E destaco José Eliton com o perfil da nova geração política goiana, que alia qualificação com competência e eficiência. Ele tem comprovado isso em todas as pastas em que atuou, e não é diferente agora na Secretaria de Segurança Pública.”

Sobre o projeto político para 2018, Zé Antônio afirma que Eliton não é só disciplinado, ao cumprir com êxito as articulações do PSDB, designadas pelo governo Marconi Perillo, mas também como político que erra muito pouco. “Na verdade, ele tem acertado muito em suas articulações políticas. Nesse sentido, ele é sem dúvida, não um nome, mas o nome, natural até, da base aliada para a sucessão de Marconi.”

Zé Antônio ressalta também o aspecto pessoal. “Eliton é uma pessoa de caráter, pode-se perceber isso em seus gestos e ações. E ele tem a sabedoria de ouvir, mas também tem a qualidade de se posicionar, não é homem de ficar em ‘cima do muro’, ele define posição. Nosso relacionamento político e pessoal é o melhor, por isso eu apoio José Eliton em 2018”.

Vinicius Luz (Jataí): “Nosso candidato será o vice-governador”; Zé Antônio (Itumbiara): ”Eliton é muito disciplinado”; Valmir Pedro (Uruaçu): “É atento ao que os outros falam”; Pedro Fernandes (Porangatu): “Ele ouve os prefeitos| Fotos: Fernando Leite/ Jornal Opção e Divulgação

Vinicius Luz (Jataí): “Nosso candidato será o vice-governador”; Zé Antônio (Itumbiara): ”Eliton é muito disciplinado”; Valmir Pedro (Uruaçu): “É atento ao que os outros falam”; Pedro Fernandes (Porangatu): “Ele ouve os prefeitos| Fotos: Fernando Leite/ Jornal Opção e Divulgação

Sangue nos olhos

Valmir Pedro (PSDB), prefeito eleito de Uruaçu, diz que José Eliton é seu candidato para 2018, lembrando que o governador Marconi Perillo já anunciou publicamente que o vice é o nome ideal. “Eliton tem habilidade, e tem mostrado essa vontade, porque acima de tudo não é só ser candidato da base, mas é ter ‘sangue nos olhos’, querer ser candidato, estar apaixonado pelo projeto. José Eliton tem demonstrado isso aí, que quer ser o candidato e tem trabalhado nesse sentido. Eu estou animado com o projeto do nosso vice-governador para 2018.”

Segundo Valmir, o vice-governador tem capacidade de articulação e é muito atento àquilo que os interlocutores falam. “Por isso tem agradado muito os companheiros. Ele tem mostrado habilidade para comandar um processo desse e é muito articulador. Acredito muito no projeto da base aliada unida em torno do nome do nosso vice-governador.”

O prefeito eleito ressalta o esforço de Eliton na campanha deste ano 2016. Mesmo sem ter ido a Uruaçu, a participação do vice foi importante. “José Eliton gravou um vídeo manifestando apoio ao meu projeto. Também estive com ele em Goiânia, com companheiros, então os eleitores de Uruaçu tomaram conhecimento desse apoio, que foi importante para a vitória da nossa candidatura.”

Prefeito eleito de Porangatu, o tucano Pedro Fernandes também atesta a viabilidade de José Eliton como o nome da base aliada em 2018. Para Fernandes, o vice é um forte candidato para suceder Marconi. Competência e sensibilidade são características que o prefeito ressalta no correligionário. “Ele ouve os prefeitos, por isso, não teremos dificuldades de interlocução no Palácio das Esmeraldas.”

Fernandes lembra que o vice-governador é um municipalista, com grande capacidade de articulação. Como candidato terá bom diálogo para fazer a campanha e como governador saberá ouvir as demandas dos gestores municipais. “Por isso, acreditamos e esperamos que Eliton seja o próximo governador. Vamos trabalhar para isso, porque sendo ele o candidato, a base aliada terá um nome leve de carregar, um nome que aglutina”, afirma.

Deputados atestam o vice como melhor opção

Giuseppe Vecci: “Eliton é o que a base tem de concreto”; João Campos: “É preparadíssimo, está pronto para o cargo”; Santana Gomes: “É um projeto novo, não continuidade” | Fotos: Fernando Leite/ Jornal Opção

Giuseppe Vecci: “Eliton é o que a base tem de concreto”; João Campos: “É preparadíssimo, está pronto para o cargo”; Santana Gomes: “É um projeto novo, não continuidade” | Fotos: Fernando Leite/ Jornal Opção

O deputado federal tucano Giuseppe Vecci é francamente favorável ao nome de José Eliton para a sucessão de Marconi Perillo em 2018. Segundo ele, Eliton é o que a base tem de concreto para a disputa, em condições de dar continuidade ao projeto que coloca Goiás superando outros Estados. “Estamos há muito tempo no governo, é verdade, mas nosso projeto tem muito ainda a apresentar. Nossa proposta é de avanço, de crescimento da economia, de dias melhores para a população. E isso será encorado na candidatura de José Eliton. Temos mais dois anos para trabalhar e reforçar esse projeto”, afirma.

Sobre a possibilidade de arestas na base, com o surgimento de outros nomes, Vecci diz que é legítimo que os outros partidos pleiteiem a vaga, mas ele lembra que Eliton está vivenciando os problemas do governo há praticamente seis anos, como companheiro de Marconi. Por isso, diz, é o melhor nome para estruturar soluções, para articular as alianças, mesmo porque tem grande capacidade de articulação política. “Eliton vai contar com as forças do PSDB e da base, para ser o nosso candidato e vencer a eleição em 2018”, diz Vecci.

O deputado federal João Campos, do PRB, também é só elogios para José Eliton. Ele diz que o vice-governador é “preparadíssimo” para a disputa majoritária em 2018, com totais condições de dar mais uma vitória à base aliada na verdadeira “guerra eleitoral” pelo Palácio das Esmeraldas, quando Marconi não será mais candidato. “Eu apoio José Eliton, porque é, sem dúvida, o melhor nome que temos. Mesmo porque não tem outro nome apresentado. E, independentemente disso, Eliton tem dado mostras de que está pronto para o cargo.”

Presidente do PSDB regional, o deputado estadual José Vitti também referenda a futura candidatura do vice-governador. Vitti diz que Eliton é “um excelente nome”, que aglutina todos os predicados para representar a base como candidato em 2018. Ele observa que uma candidatura para governador não é fácil, e vai depender muito de como o governo vai finalizar esses dois anos de governo.

“Estamos otimistas para isso, para entregar as obras que estão para ser concluídas, iniciar novas obras. Se fizermos isso e tivermos boa aprovação, teremos o José Eliton, que é um vice-governador atuante, em total condições de sucesso para suceder Marconi Perillo. Com uma boa gestão nos últimos dois anos, com José Eliton, ou mesmo que seja outro nome na base aliada, teremos totais condições de continuar com o projeto de desenvolvimento de Goiás”, afirma o tucano.

José Vitti, que em fevereiro assumirá a presidência da Assembleia Legislativa, lembra que, muito provavelmente, o governador Marconi se afastará para ser candidato ao Senado ou outro cargo nacional, e Eliton vai assumir o governo, tornando-se um nome natural para a sucessão. “É importante que ele esteja ancorado numa boa aprovação do governo para o sucesso na eleição e, assim, mantermos a gestão do nosso Estado em nossas mãos, continuando um projeto de desenvolvimento para benefício da população goiana.”

Também o deputado estadual Santana Gomes, do PSL, se entusiasma ao falar de ter José Eliton como candidato da base aliada em 2018. Ele diz que a base não vai ter um bom nome, pela razão de que já tem esse bom nome. “Nosso vice-governador está preparado hoje para assumir o cargo, como já assumiu várias vezes com viagens do governador Marconi Perillo. Ele será o nosso candidato. E acredito que aqui na Assembleia, os nossos 31 deputados da base aliada têm essa mesma convicção. Vejo que Eliton só não será o nosso candidato se ele não quiser, mas ele quiser, será o nosso candidato, é preparadíssimo.”

José Vitti: “Vamos fazer um bom governo para ajudá-lo”; Francisco Oliveira: “Eliton tem a confiança do governador Marconi” | Fotos: Divulgação

José Vitti: “Vamos fazer um bom governo para ajudá-lo”; Francisco Oliveira: “Eliton tem a confiança do governador Marconi” | Fotos: Divulgação

Santana diz que ao contrário do que muitos pensam, José Eliton não é uma continuidade. “Ele é um projeto novo, de uma pessoa que vai disputar eleição majoritária pela primeira vez. Não há dúvida de que Goiás só tem a ganhar com José Eliton candidato e eleito governador em 2018. E Goiás só tem a ganhar, porque ele já conhece todo o Estado, todas as demandas.”

O deputado estadual Francisco Oliveira (PSDB) é outro que referenda o vice-governador para 2018. Segundo ele, José Eliton foi fazendo seu nome ao longo dos anos. Ao ser eleito vice-governador pela primeira vez, em 2010, foi apresentado e se integrou plenamente ao projeto do Tempo Novo. “Nesse período de quatro anos ele ganhou a confiança não só do governador Marconi Perillo, como também dos prefeitos e deputados da nossa base aliada. Ele ganhou essa confiança trabalhando na sua própria eleição para vice e visitando os municípios.”

Francisco Oliveira enaltece a capacidade de articulação do tucano, lembrando que na eleição deste ano, Eliton visitou mais de 120 municípios que couberam a ele, como vice-governador, trabalhar na reeleição do governador Marconi Perillo. “Nesse projeto, foi ele o articulador de todas as negociações com todos os partidos da base aliada. Aí ele se consolidou, por isso o nome dele não está apenas jogado para disputar a sucessão, mas sim plantado e enraizado e conta com o respaldo de todos que compõem a base aliada.”

O deputado afirma que no intuito de viabilizar eleitoralmente a candidatura, o PSDB vai trabalhar, aparar arestas de um ou outro partido que tenha interesse na chapa majoritária ou de alguma região em especial —afinal, são 17 partidos na base e é natural que haja a necessidade de uma “engenharia política” na hora de formar a chapa. São apenas quatro cargos — governador, vice e duas vagas para o Senado.

Segundo Francisco, todos que conhecem José Eliton sabem de sua capacidade de trabalho, responsabilidade, credibilidade e é moderno e arrojado. E não tem medo de desafios, diz, porque saiu da pasta mais importante, construída para ele, a SED (Se­cretaria de Desenvolvimento Econômico) e foi para a Segurança Pública.

Segundo o deputado, José Eliton não teve medo e está fazendo um trabalho muito importante, numa pasta em que todo trabalho que se faça é pouco, porque não há recursos suficientes. “Tanto que todos os governantes dos Estados estão pedindo um pacto federativo para criar um fundo que dê verba carimbada à Segurança Pública. É um problema que tem de ser enfrentado nacionalmente. Mesmo com essa tremenda dificuldade José Eliton tem mostrado que é capaz, eficiente, os números em Goiás estão melhores que nos outros Estados. Ele tem o respeito de toda a tropa, e isso não se consegue da noite para o dia. Só se consegue tendo credibilidade.”

Francisco Oliveira finaliza lembrando que o governador confia em José Eliton, sabe que o vice é o mais preparado para a sucessão e agora cabe ao governo e à base como um todo trabalhar muito em 2017 e 2018. “Vamos chegar muito fortes, com mais de 200 prefeitos, muitas obras, muita união da base aliada para fazermos de José Eliton o governador que Goiás espera, para que o desenvolvimento e o crescimento continuem.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.