Augusto Diniz
Augusto Diniz

Goianos são convidados para abrir shows de banda alemã no Brasil

Representante do hardcore em Goiânia, Lattere se apresentará em dois concertos no mês de março com os germânicos da Wolf Down

Alessandro, Alex, Leandro, Israel e Régis se preparam para abrir shows da banda alemã Wolf Down no Brasil em março | Foto: Matheus Mendes

Pelo Facebook, a banda goiana de hardcore Lattere anunciou nesta terça-feira (24/1) que tocará nos dois primeiros shows da turnê sul-americana dos alemães da Wolf Down. O quinteto da cidade de Ruhrpott, na Alemanha, desembarca no Brasil em março, quando se apresenta no dia 11 em São Paulo no Rock Together Studio.

No dia seguinte, 12 de março, o Wolf Down faz show no Rio de Janeiro. Para a apresentação em São Paulo, apenas 150 ingressos serão comercializados. O primeiro lote, com valor de R$ 50, já esgotou. Até o início da noite desta terça, ainda estavam disponíveis bilhetes de segundo lote, com preço de R$ 60. Os interessados podem comprar entradas clicando aqui. É cobrada uma taxa de 10% sobre o valor dos ingressos.

A Lattere recebeu o convite há cerca de 10 dias da Solid Music Entertainment, responsável por trazer os alemães ao Brasil em março, como informa o baixista Alex Almeida. Criada em 2016, depois do fim do grupo Coerência, a Lattere lançou no ano passado o EP Navegare, que tem seis músicas, uma delas instrumental, a faixa Implodir. Fazem parte do conjunto o vocalista Leandro NRS, os guitarristas Régis Figueiredo e Alessandro Lobo, o baixista Alex e o baterista Israel Melo.

O contato de Alex, conhecido como Katira, com a Solid Music começou em junho de 2016, quando a banda canadense Comeback Kid tocou em Goiânia. Os integrantes do grupo ficaram hospedados na casa do baixista da Lattere, que mostrou o som de sua banda para os músicos e o pessoal da Solid. Eles gostaram do que ouviram e teria vindo daí o convite em janeiro de 2017 para os goianos abrirem os shows da Wolf Down no Brasil.

Como é típico do cenário independente, as bandas querem espaço para tocar e acabam por arcar com alguns custos. “Vamos pagar as passagens só. E os caras (Solid Music) fazem o merch (venda de material da banda), vão ajudar fazendo bem em conta pra tentarmos reverter”, explica Alex.

Além do EP, a banda goiana lançou em outubro do ano passado o videoclipe de Verneinung, palavra alemã que significa negação em português. O material conta com roteiro e captação do baixista, edição e finalização da Lion Filmes. Alexa afirma que a banda deve lançar uma música nova até março e se prepara para gravar o primeiro disco em breve.

Veja abaixo o videoclipe de Verneinung:

Já os alemães da Wolf Down lançaram os discos Incite & Conspire (2016), Stray From The Path (2013), além dos EPs Liberation (2015), Renegades (2012) e MMXI (2011). O grupo foi criado em 2011, quando tinha apenas quatro integrantes. Até 2014, a vocalista era uma mulher: Larissa. O baixista da formação original, Merlin, deixou a Wolf Down em 2013.

A atual formação tem os integrantes da primeira formação: Tommy (guitarra) e Sven (bateria). Entraram para a banda o vocalista Dave e o baixista Pascal. Além deles, a Wolf Down incluiu um segundo guitarrista em 2013: Tobias.

Assista ao videoclipe de Incite & Conspire, com a atual formação da banda:

Há quem diga que a banda era melhor com a antiga vocalista. O baixista da Lattere diz preferir a voz de Dave na Wolf Down. Ouça como era o grupo com Larissa em Stray From The Path e tire suas conclusões, se você gosta de hardcore, é claro.

Deixe um comentário