Augusto Diniz
Augusto Diniz

Adoram dizer que o rock morreu, o que não falta é banda goiana para provar o contrário

No Dia Mundial do Rock, separamos alguns grupos locais que mostram o quanto o estilo musical continua vivo, independente de espaço no circuito comercial da música

Em baixa ou em alta no mercado, o rock continua a existir e está longe de morrer | Foto: Fernanda Leonor

Eu ouço essa história de que o rock morreu desde que eu nasci. Parece que quanto mais velha a pessoa fica menos ela acompanha a música atual e mais se apega a aquilo que um dia ela acompanhou. A partir daí ela passa a julgar que o melhor foi o que ela viveu e que hoje não existem mais bandas, artistas, discos ou canções boas. Seja em qual for o estilo analisado.

E com o rock não é diferente. Para mostrar que esse discurso não passa de preguiça de quem fala, a coluna Shows traz músicas recentes de bandas goianas em atividade que continuam compondo e gravando discos, videoclipes, singles ao vivo, fazendo shows e viajando para divulgar seu trabalho. Cada uma tem um objetivo.

Seja ganhar dinheiro ou se divertir com o rock, basta ter amplificadores, pedais, baquetas, guitarra, baixo, bateria, teclado, um microfone e um lugar para tocar que o rock vai continuar vivo sim. Me desculpe você que discorda disso. Talvez seja melhor você aceitar que seu tempo passou e foi você que não conseguiu acompanhar mais tudo que acontece.

A primeira delas foi lançada nesta semana. A banda se chama O6eis e Nada de Novo é o single de estreia do grupo.

Millenimals é o novo projeto musical de Heitor Lima, Rodrigo Modesto e Wendell Will, que conta com a participação de convidados. Para a primeira música, Walpurgis Night, eles convidaram Fábio Marques, vocalista da Atomic Winter, da qual os três fazem parte, e o ex-baixista da Atomic Winter, Rodrigo Pafs. A canção foi lançada no final de junho.

A Caffeine Lullabies lançou no final de 2015 o disco The Closest Thing to Death. No ano seguinte resolveram parar de tocar. Um ano depois eles voltaram a fazer músicas e ensaiar. O segundo show após a volta será na Festa Julindie sábado (15/7) no Centro Cultural Martim Cererê. O retorno foi acompanhado do lançamento da nova Sacred Lungs no início deste mês.

Uma das quatro principais representantes do rock goiano feito atualmente, a Hellbenders lançou em maio o primeiro de dois singles gravados no Estúdio Costella, em São Paulo, e que estava guardado há algum tempo. Com dois discos lançados, a canção Predictable Ways é uma das novidades da banda em 2017.

O trio Lutre lançou em maio seu primeiro disco de estúdio, que ganho o nome Apego. Uma descarga emocional recheada de ruídos e intensidade resumida em nove faixas. Medo do Mundo é uma dessas canções.

A banda Carne Doce regravou e lançou em formato de videoclipe em maio a música Sertão Urbano, do primeiro disco. Com imagens aéreas de Goiânia e sua exploração imobiliária, os músicos se mistura às cenas da cidade.

No final de junho a banda Sheena Ye lançou o videoclipe da música Tudo Volta Pra Você. Na semana passada saiu o disco completo, Seu Tempo Acabou. O trio Mário Nacife, Douglas Dieck e Vinicius Bernardes é mais uma prova de que esse papo que o rock morreu é coisa de velho que se perdeu no tempo.

Março foi o mês de surgimento de mais uma das várias bandas de rock que existem em Goiânia. O grupo apareceu com o lançamento de seu disco de estreia, que leva o mesmo nome do conjunto: Frieza. Pouco antes do álbum ser divulgado, veio o videoclipe de Odisseia.

A banda Almost Down mudou de formação e regravou o EP com o novo vocalista, Tugart Araujo. E com as mudanças surgiu em junho o videoclipe de Voice Of The Silence.

Em dezembro de 2016 foi a vez de mais uma banda goiana gravar músicas e disponibilizar na internet. A Black Lines soltou no YouTube a canção The True South American Badass Rock ‘n Roll.

A banda Mice Möb lançou em maio o disco Impossible to Take Seriously. Um ano antes, o grupo já havia lançado o primeiro single em um videoclipe, responsável por abrir o álbum: Addicted.

No mesmo mês a Chá de Gim divulgou sua nova música. Canção do Futuro é a primeira canção inédita do grupo depois do lançamento do disco Comunhão, que saiu em 2015.

A Components, prestes a lançar seu primeiro disco, soltou na semana passada o single Seja Meu.

Em fevereiro foi a vez da Sótão lançar o vídeo ao vivo de 3.8, canção do disco de estreia da banda.

Best Mistake foi o último videoclipe lançado pela banda Overfuzz, música retirada do disco Bastard Sons Of Rock ‘n’ Roll, de 2015.

Mais uma nova banda da capital lançou seu primeiro single este ano. Em abril foi divulgada a canção Welcome Home Boy, gravação de estreia do grupo Mellow Buzzards.

E para fechar a lista, o melhor disco da banda Boogarins, Lá Vem a Morte, lançado no início de junho.

1
Deixe um comentário

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Wu Tang Forever

Que o Rock morra.