Marquinhos Marques
Marquinhos Marques

Vacas magras em 2018 no GDF

Rollemberg: situação é delicada| Foto: André Borges/ Agência Brasília

O governo do Distrito Federal (GDF) prevê para o ano de 2018 a receita total estimada de R$ 26,42 bilhões, além da transferência de R$ 13,8 bilhões do Fundo Constitucional do Distrito Federal — recursos da União destinados à segurança, saúde e educação.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias- LDO enviada a Câmara Distrital já recebeu parecer preliminar da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças. A LDO não tem previsão de aumento salarial para nenhuma categoria. O que isto pode significar em pleno ano eleitoral, um verdadeiro cabo de guerra entre servidores e o Governo do Distrito Federal, e quem vai pagar a conta, será a população do Distrito federal que nos últimos anos vem sofrendo com intermináveis movimentos grevistas.

Dalmo Jorge Lima Palmeira, secretário-adjunto de Planejamento e Orçamento, confirmou que a LDO enviada à Câmara não tem previsão de nenhum aumento de salário. Segundo ele, “ainda não há condições para pagar reajustes. A arrecadação tem crescido, mas o crescimento da despesa, especialmente de pessoal, é maior do que o da arrecadação e o desequilíbrio ainda não está resolvido a longo prazo”, explicou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.