Avatar
Marquinhos Marques

Temer acha legítimo Renan tentar salvar o pescoço

Temer cumprimenta Renan Calheiros | Foto: Beto Barata/PR

O Planalto acompanha sem maiores preocupações as críticas de Renan Calheiros (PMDB-AL) ao governo chefiado pelo próprio partido. A avaliação é que o senador está preocupado com o próprio futuro, em razão das 13 investigações na Lava Jato.

O presidente Michel Temer (PMDB) minimiza a importância das queixas do senador, e considera legítimo que Renan se reaproxime de Lula (PT) para tentar viabilizar sua difícil reeleição.

O líder do PMDB também reage segundo avalia o Planalto, à perda de força política e liderança para o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). Renan se irritou com a nomeação de nome apoiado por Eunício para vaga no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife.

Um levantamento do Paraná Pesquisa indica: se a eleição fosse hoje, Renan seria 3º ou 4º mais votado para senador. A mesma pesquisa aponta Ronaldo Lessa (PDT) e Teo Vilela (PSDB) como favoritos ao Senado. Renan empata com Benedito de Lira (PP).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.