Marquinhos Marques
Marquinhos Marques

Residentes em saúde da família são abrigados em UBS-escolas

A Secretaria de Saúde está elaborando uma portaria que determinará as diretrizes para as UBS-escolas. Os locais escolhidos para o projeto oferecem a residência ou servem de espaço para a prática de alunos em graduação.

No caso de Samambaia, a UBS recebe 18 estudantes de enfermagem e cinco residentes de medicina da família e comunidade. O número também representa um melhor atendimento aos pacientes, com a ampliação no número de vagas para consultas e na carteira de serviços. Hoje, a unidade de Samambaia, por exemplo, consegue oferecer pequenas cirurgias e procedimentos que antes não eram possíveis, como sutura de lesões superficiais, retirada de tecido para biopsia e de calos.

Além disso, a rotina de uma UBS-escola possibilita que os servidores vivenciem o processo de formação dos futuros profissionais. Eles participam das atividades de educação continuada pelos quais os residentes passam.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.