Marquinhos Marques
Marquinhos Marques

MPDFT denuncia envolvidos em fraude em vistorias de veículos do transporte coletivo

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios denunciou cinco pessoas envolvidas em um esquema de fraude nas vistorias de veículos de transporte coletivo irregulares. O esquema é investigado pela Polícia Civil do DF na Operação Checklist.

Se a denúncia for aceita, os envolvidos responderão por crime de corrupção ativa e passiva, associação criminosa, advocacia administrativa – ou seja, patrocinar interesse privado valendo-se da qualidade de funcionário público –, e concussão – quando se exige vantagem indevida em razão do cargo que ocupa.

As investigações apontam o envolvimento de servidores do setor de fiscalização da Subsecretaria de Fiscalização, Auditoria e Controle (Sufisa), parte da Secretaria de Mobilidade, que liberariam veículos que não poderiam circular por propina. Os valores cobrados eram, em média, de R$ 30 a R$ 40 por semana, por veículo. Cada fiscal deve ter embolsado cerca de R$ 100 mil.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.