Alexandre Parrode
Alexandre Parrode

Colunista diz que PSDB “sonha” com Marconi candidato a governador do DF

Segundo Diário do Poder, tucanos estimulam goiano a entrar na disputa para unificar partido na capital federal

Marconi e Rollemberg: o primeiro pode suceder o segundo no comando de Brasília? | Foto: Marco Monteiro

O colunista Cláudio Humberto, de “Diário do Poder”, escreve nesta terça-feira (26/12) que o governador Marconi Perillo (PSDB-GO) está sendo estimulado por correligionários a disputar o governo do Distrito Federal em 2018.

Segundo ele, o goiano é bem avaliado pelos eleitores de Brasília e, portanto, seria uma alternativa para a sucessão ao Palácio do Buriti. “A boa aceitação de Perillo decorre da forte ligação dos brasiliense a Goiás, onde observam as transformações promovidas pelo governador”, escreve.

Na capital federal, o PSDB está “rachado”: parte apoia a reeleição do atual governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), e parte defende voo solo — Marconi promoveria a unidade do partido, sustenta a nota.

Vale destacar que essa não é a primeira vez que especulações sobre uma possível candidatura de Marconi ao governo do DF aparecem na mídia. No entanto, como o próprio colunista ressalta, o goiano é amigo de Rollemberg e jamais o enfrentaria.

Apesar da lembrança, Marconi tem reafirmado sua vontade de seguir em papel de player político, trabalhando para fortalecer a unidade do PSDB em todo o País, como primeiro vice-presidente nacional.

Desde que percorreu o Brasil em prol do projeto do partido, Marconi vem pregando a unidade interna para a construção de um programa consistente para a disputa presidencial. “Meu objetivo é a unidade. Não a unidade dos cemitérios, mas a unidade resultante do debate, do embate salutar de ideias, valores e princípios que encontre respaldo nas demandas da população brasileira. Um debate sobre o País que queremos”, afirma.

A capacidade de articulação política e o sucesso eleitoral de Marconi em Goiás — que vence cinco eleições consecutivas ao Palácio das Esmeraldas — são os principais argumentos para manifestação em defesa do nome do goiano como o mais viável para conduzir os do Distrito Federal.

Embora não detenha definido seu projeto político para 2018 — tende a disputar mandato de senador –, a inserção de Marconi no debate político nacional reforçou a participação de Goiás nos grandes debates nacionais e regionais.

Para ele, o PSDB tem de reencontrar sua base, sua militância, seus eleitores. Mais ainda, tem de ouvir e debater propostas para o País em todos os segmentos da sociedade, ouvir a todos para formular as novas teses e propostas. Nos Estados, trabalha para fortalecer a representação política do partido, de modo a eleger o maior número de governadores, senadores, deputados federais e estaduais em 2018. “O PSDB forte e atuante é bom para o Brasil”, frisa Marconi.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.