Marcelo Mariano
Marcelo Mariano

Impeachment na Coreia do Sul pode acarretar em reaproximação com vizinho do norte

Park Geun-hye sofre impeachment e geopolítica local deve sofrer alterações; gafe durante entrevista de especialista à BBC repercute nas redes sociais

O Tribunal Constitucional da Coreia do Sul decidiu na última sexta-feira (10/3) pelo afastamento definitivo da presidente Park Geun-hye. Com o resultado, Park passou a ser a primeira presidente democraticamente eleita a sofrer impeachment no país e perdeu sua imunidade, podendo agora ser formalmente processada.

A amiga pessoal da agora ex-presidente, Choi Soon-sil, é o pivô da crise política que vem alastrando a Coreia do Sul há meses. Neste período, foram registrados os maiores protestos da história do país. Choi teria usado de sua influência para interferir em assuntos de Estado, além de ameaçar companhias para que doassem milhões de dólares a fundações que ela controlava. Os escândalos de corrupção levaram ainda à prisão do vice-presidente da Samsung, Lee Jae-yong.

Hwang Kyo-ahn, primeiro-ministro e, agora, presidente em exercício da Coreia do Sul, deve convocar eleições antecipadas em dentro de 60 dias. O adversário de Park nas eleições de 2012, Moon Jae-in, aparece entre os favoritos nas pesquisas. As eleições vão acontecer em meio a tensões com a Coreia do Norte e Moon já havia sinalizado, durante o último pleito, ser a favor de uma reaproximação.

Moon se declarou contra a instalação de um escudo antimísseis na Coreia do Sul por parte dos Estados Unidos. O Terminal High Altitude Area Defense (THAAD), sistema de mísseis antibalísticos, também sofre resistência da China. Em outras palavras, a eventual ascensão da oposição sul-coreana ao poder tende a mudar as relações com potências estrangeiras e, consequentemente, alterar o curso da geopolítica local.

Gafe

O professor de Ciências Políticas na Universidade de Busan Robert E. Kelly concedia uma entrevista ao vivo à rede britânica BBC sobre o impeachment na Coreia do Sul quando seus filhos entraram no escritório. A mãe das crianças até tentou retirá-los de lá sem que ninguém percebesse, mas já era tarde demais.

Confira a cena hilária no vídeo abaixo:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.