Hélio Rocha
Hélio Rocha

Uma partida de futebol com os mais feios e bonitos

O cronista esportivo Antônio Porto, ao observar a partida, disse: “É a intermediária mais feia do mundo”

Numa época ainda amadorística, o futebol goiano ficava parte do ano ocioso, pois no calendário havia apenas um campeonato de curta duração.

Para preencher o espaço vago, criavam-se diversas alternativas, como jogadores pretos contra brancos, casados contra solteiros e assim por diante.

Antônio Porto: narrador esportivo da Rádio Globo |Foto: Reprodução

Caixão, ponta-esquerda que atuava no Goiás, inventou certa vez uma partida entre feios e bonitos. Ele não chegava a ser bonito, mas se escalou no time dos bonitos. E foi ele também quem escalou o time dos feios. Criou uma linha intermediária, como se chamava na época, com o trio Biguá, Pernambuco e Tião Palhaço.

Ao tomar conhecimento disso, Antônio Porto, que estava se iniciando na crônica esportiva, comentou: “É a intermediária mais feia do mundo”. Porto brilhou na Rádio Globo como narrador esportivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.