Hélio Rocha
Hélio Rocha

Tyrone Power encantou o mundo tocando Aquarela Brasileira ao piano no filme Melodia Imortal

Quem realmente tocava era Carmen Cavallaro. O importante é que o filme serviu para popularizar a música de Ary Barroso

Uma das chamadas superproduções de Hollywood na época, ano de 1956, foi o filme “Melodia Imortal” (“The Eddy Duchin Story”), dirigido por George Sidney.

Tyrone Power e Kim Novak: estrelando “Melodia Imortal” | Foto: Reprodução

O mais famoso ator norte-americano da época, Tyrone Power (1914-1958 — viveu apenas 44 anos), faz o papel principal. Ao seu lado, a famosa atriz Kim Novak (viva — aos 87 anos).

Tyrone Power faz o papel do grande pianista Eddy Duchin (1909-1951 — viveu 41 anos, três a mais do que Tyrone Power). A principal cena do filme é a de um concerto do pianista, acompanhado de uma grande orquestra. A música escolhida para essa cena foi, nada mais nada menos, do que “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso (1903-1964). A música brasileira, então, era admirada no mundo inteiro. Saudoso tempo musical.

Tyrone Power realmente tocava? Claro que não — só simulava. Na verdade, o pianista Carmen Cavallaro (1913-1989) é o responsável pela música do filme (enfatizo: Carmen é “o” pianista).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.