Hélio Rocha
Hélio Rocha

Técnico do time do Goiânia disse para marcador de Garrincha: “Você que se vire”

O poeta e cronista Paulo Mendes Campos dizia que Garrincha era a prova de que “a mágica pode ganhar da lógica”

Na década de 1950, quando o Botafogo do Rio tinha um grande time no qual jogava o melhor ponteiro do Brasil, Garrincha veio fazer uma partida amistosa em Goiânia.

Enfrentou o Goiânia, que era o campeão estadual. O técnico Joaquim Veiga instruiu todo os jogadores antes da partida, mas não conversou com o lateral-esquerdo, que iria marcar Garrincha, Herman Saci.

Garrincha contra os russos: um espetáculo | Foto: Reprodução

Herman foi então foi atrás do técnico perguntando o que faria. O técnico respondeu: “Você que se vire”.

Num jogo contra a Rússia, Garrincha driblava os adversários e dizia: “Conheceu, papudo?” Os russos não entendiam, mas ficavam no chão, “descadeirados”, como queria o técnico Vicente Feola.

O poeta e cronista Paulo Mendes Campos dizia que Garrincha era a prova de que “a mágica pode ganhar da lógica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.