Hélio Rocha
Hélio Rocha

Rio saudoso de bons governos

Lacerda prometer abastecer o Rio de Janeiro de água até o ano 2000. O reservatório do Guandu está ativo até hoje

Carlos Lacerda e Juscelino Kubitschek | Foto: Reprodução

Quando Carlos Lacerda (1914-1977) era governador do Rio de Janeiro, no início da década de 1960 (1960-1965), entre as muitas grandes obras que se realizavam incluía-se a do reservatório do Guandu, de abastecimento de água, grande problema na época da cidade.

Lacerda prometeu abastecer bem o Rio de água até o ano 2000. O jornal “Última Hora”, que fazia oposição, considerou isso uma piada. Já se está no ano de 2021 e    Guandu continua firme. O Rio teve excelentes governadores, como Lacerda, o melhor, e Negrão de Lima (1901-1981). Nos últimos tempos o Rio sofre com governos verdadeiramente trágicos e corruptos.

Carlos Lacerda se tornou um dos mais eminentes porta-vozes da direita brasileira. Mas também foi de esquerda, assim como seu pai, Maurício. Seu nome completo era Carlos Frederico Werneck de Lacerda. Carlos Frederico foi uma homenagem a Karl Marx e Friedrich Engels, pensadores alemães de esquerda.

Lacerda foi editor-dono do jornal “Tribuna da Imprensa” e da Editora Nova Fronteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.