Hélio Rocha
Hélio Rocha

Que saudade da grande música brasileira

Clássico do cinema dos EUA tem pianista tocando “Aquarela do Brasil”

Uma tristeza: a música brasileira, que já foi considerada uma das melhores do mundo, encontra-se em decadência.

Que saudade de Dolores Duran, Ary Barroso e Tom Jobim. Não foi por acaso que o maior cantor norte-americano, Frank Sinatra, quis gravar várias músicas de Jobim, assim como a grande cantora italiana, Ornella Vanoni.

Um dos grandes clássicos do cinema americano é uma superprodução de 1956, dirigida por George Sidney, Melodia Imortal (The Eddy Duchin Story, a vida do grande pianista Eddy Duchin.

O papel principal foi interpretado pelo ator mais famoso da época, Tyrone Power. Trabalham também as atrizes Kim Novak e Victoria Shaw. A principal cena do filme é muito rica, com Duchin, interpretado por Tyrone Power, acompanhado de uma grande orquestra, tocando a música Aquarela do Brasil, de Ary Barroso. A interpretação, de fato, é do maior pianista americano da época, Carmem Cavallaro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.