Hélio Rocha
Hélio Rocha

O grande erro do jornalista e deputado federal Márcio Moreira Alves

Parlamentar disse que as moças não deveriam namorar e nem dançar com jovens oficiais. Os militares reagiram tornando a ditadura um longo tormento

Márcio Moreira Alves, deputado federal em 1968 | Foto: Reprodução

No próximo 2 de setembro vai completar 52 anos de um discurso pronunciado na Câmara dos Deputados que causou um impacto extraordinário.

O autor foi o então jovem deputado Márcio Moreira Alves. Ele era de esquerda, mas muitos esquerdistas acharam que cometeu um grande erro, pois o discurso iria provocar terrível endurecimento do golpe militar, aprofundando e prolongando a ditadura que se iniciara em 1964.

Márcio Moreira Alves era jornalista e de família rica. O pai havia sido prefeito de Petrópolis e era dono de um hotel de luxo no Rio, o Ambassador.

O discurso foi feito em protesto contra ações militares nas universidades de Brasília e de Minas Gerais. Foi muito radical. Pregava o boicote a comemorações como a do Dia da Independência. E todo o desprezo pelos militares, chegando ao ponto de dizer que as moças não deveriam namorar e nem dançar com cadetes ou jovens oficiais. Os militares reagiram tornando a ditadura um longo tormento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.