Hélio Rocha
Hélio Rocha

O goiano que se tornou “amigo” do diretor de cinema Vittorio de Sica

O radialista Moraes César estava num cassino, em Mônaco, e, ao ver o cineasta, gritou: Grande Vittorio”. De Sica cumprimentou cordialmente

O neorrealismo do cinema italiano teve grandes diretores, o maior deles, para muitos, Vittorio de Sica (1901-1974), também excelente ator. Seu melhor filme foi “Ladrões de Bicicleta”, de 1948.

Vittorio de Sica: diretor de cinema da Itália | Foto: Reprodução

Moraes César era o mais popular nome do rádio goiano, em 1966, com seu programa “Nossa Fazenda”. Nesse ano ele fez uma viagem à Europa, com sua mulher, Sureia, integrando um grupo de Goiânia. Ele e Sureia estavam visitando o famoso cassino de San Remo, em Mônaco, quando viram De Sica. Moraes não se conteve e gritou: “Grande Vittorio!”

De Sica se aproximou do casal para cumprimentá-lo muito cordialmente.

Uma resposta para “O goiano que se tornou “amigo” do diretor de cinema Vittorio de Sica”

  1. Wandell Seixas disse:

    Interessante. Logo, aonde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.