Hélio Rocha
Hélio Rocha

O Centro de Excelência Esportiva de Goiânia merecia o nome de Joaquim da Veiga

Eurico Godoi é um engenheiro importante, mas que não tinha ligação com o esporte

Quando se iniciou a reforma do Estádio Olímpico e a construção do conjunto chamado Centro de Excelência Esportiva, obra muito importante no centro da cidade, defendi a denominação de Centro de Excelência Esportiva Joaquim da Veiga para o local.

Acabou prevalecendo a designação de Eurico de Godoy, imposta pelo então presidente da Agetop, Jayme Rincón.

O engenheiro Eurico Godoy era sogro dele.

Eurico Godoy merece uma denominação importante em Goiânia, mas nunca teve ligação com esporte, enquanto Joaquim da Veiga tinha muito e, principalmente, com a história do Estádio Olímpico. Foi dirigente do Goiânia e um dos principais responsáveis pelo crescimento do futebol goiano.

Resposta de Jayme Rincón, ex-presidente da Agetop

“Quem homenageou Eurico Godoi foi o ex-governador Marconi Perillo”

Hélio Rocha, um dos mais respeitados jornalistas da história de Goiás, dessa vez não praticou o bom jornalismo que caracterizou sua carreira. Antes de afirmar que foi minha a decisão de homenagear o dr. Eurico Godoi, colocando seu nome no Centro de Excelência do Esporte, deveria ter se informado comigo ou com o ex-governador Marconi Perillo, duas pessoas que ele sempre teve acesso, sobre de quem foi a iniciativa de dar o nome do dr. Eurico ao Centro de Excelência.

Foi uma decisão do governador, que inclusive comunicou antes aos filhos do dr. Eurico, incluindo aí minha esposa, sobre essa homenagem, antes mesmo de me avisar que havia tomado essa decisão. Portanto, não participei e jamais participaria de uma decisão dessas. Até porque me sentiria suspeito em homenagear meu sogro colocando seu nome em uma obra pública.

E vale lembrar ao meu caríssimo amigo Hélio Rocha que o Estádio Olímpico já tinha o nome do dr. Pedro Ludovico, nome este que foi mantido. O estádio continua com o nome de Estádio Olímpico Pedro Ludovico. Portanto, não tinha como e não seria justo tirar o nome do construtor de Goiânia para fazer uma homenagem a meu ver também justa ao sr. Joaquim Veiga.

O nome do dr. Eurico foi colocado no complexo esportivo que foi construído anexo ao estádio, o Centro de Excelência do Esporte e não no Estádio Olímpico.

Homenagear Eurico Godoi foi uma atitude corretíssima do governador Marconi. Com certeza o Hélio não sabe da história e da biografia de Eurico Godoi, pois ele sempre foi muito tímido, humilde e retraído.

Mas, para que não fique dúvidas de quem foi o dr. Eurico, ressalto apenas parte de sua participação na construção de Goiânia. Eurico Godoi se formou em engenharia e arquitetura na Escola Nacional de Engenharia no Rio de Janeiro. Depois de formado trabalhou um bom tempo no Rio com Oscar Niemayer. Quando veio pra Goiânia foi, aos 27 anos de idade, convidado por Pedro Ludovico para ser seu secretário de Viação e Obras, tendo nessa função participado ativamente da construção de nossa capital.

Como arquiteto ressalto apenas alguns de seus projetos que fazem parte da arquitetura de nossa cidade. Eurico Godoi projetou  os prédios do antigo BEG na Praça Cívica , o prédio da antiga Secretaria de Educação na Avenida Anhanguera, o prédio do antigo Dergo, onde hoje funciona a Secretaria  de Segurança Pública, projetou e ajudou a construir o Parque Mutirama, projetou o prédio da Assembleia Legislativa de Goiás no Bosque dos Buritis, a Praça das Mães, a Praça Universitária, a sede do Country  Clube de Goiás, do qual foi presidente e construtor da obra. Foi o criador e executor do Mutirão da Moradia do governo Iris Rezende, tendo construído mil casas em um só dia.

Eurico Godoi foi o primeiro arquiteto modernista de Goiás, tendo projetado diversas residências com seu toque modernista em Goiânia. Foi por décadas professor no curso de Engenharia da UFG, tendo participado da formação de várias gerações de engenheiros em Goiás.

Se o Hélio tivesse se informado melhor antes de publicar essa nota no Jornal Opção, com certeza não teria cometido esse equívoco. Espero que, com essa explicação, nosso caríssimo jornalista Hélio Rocha se retrate da informação equivocada que alguém possa ter lhe passado sobre a forma como se homenageou o saudoso dr. Eurico Godoi no Centro Excelência do Esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.