Hélio Rocha
Hélio Rocha

João Goulart em Goiânia reuniu jornalistas de todo o país

Os repórteres queriam saber a opinião do presidente a respeito do conflito entre os EUA e a URSS por causa dos mísseis em Cuba

Em 1962 a paz mundial esteve seriamente ameaçada pelo agravamento da crise dos mísseis, um choque entre os Estados Unidos e antiga União Soviética, por causa de instalação de uma base de mísseis em Cuba. Felizmente, atendendo ao bom senso, o presidente dos EUA, John Kennedy, e o chefão da URSS, Nikita Kruchev, recuaram. A bomba atômica, dado seu caráter destrutivo, longe de levar à batalha, acabou por sepultá-la.

João Goulart, presidente do Brasil, e John Kennedy, presidente do Estados Unidos | Foto: Reprodução

Houve um evento em Goiânia, a instalação da Comissão Interestadual das Bacias do Araguaia e Tocantins, Civat, criada pelo governo Mauro Borges. O evento ocorreu na Assembleia Legislativa, cuja sede, a atual, acabara de ser inaugurada.

João Goulart era o presidente da República e veio ao evento. Ainda não havia ele e manifestado sobre a crise mundial e isto provocou a vinda de muitos jornalistas a Goiânia para cobrir o pronunciamento dele a respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.