Hélio Rocha
Hélio Rocha

Inflação castiga mais os pobres

Inflação acumulada em 12 meses percebida pelo grupo de renda muito baixa ainda é aproximadamente 15% maior do que a sentida pela alta renda

O Brasil sofreu quase cinco décadas com o peso da inflação, vindo a se livrar dela só na década de 1990, no governo Itamar Franco. Agora ela está perturbando de novo. O pior é que inflação sacrifica mais o pobre, que não tem como se defender dela.

Inflação acumulada em 12 meses percebida pelo grupo de renda muito baixa ainda é aproximadamente 15% maior do que a sentida pela alta renda.

Pesaram em novembro os aumentos na energia elétrica (1,2%), gás de botijão (2,1%), gás encanado (2,0%), aluguéis (0,84%) e condomínios (0,95%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.