Hélio Rocha
Hélio Rocha

Ideologia para valer: estudante de esquerda não tomava nem Coca-Cola

O refrigerante era considerado típico do imperialismo norte-americano e os estudantes da Faculdade de Direito o abominavam

Anos atrás, posições ideológicas eram mesmo para valer. E ninguém recuava.

Na lanchonete da antiga Faculdade de Direito que funcionava em um casarão da Rua 20, hoje integrante da Universidade Federal de Goiás, os estudantes de esquerda não admitiam tomar Coca-Cola, produto considerado típico do imperialismo norte-americano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.