Hélio Rocha
Hélio Rocha

Filme americano, mesmo quando ruim, melhora por causa da produção

Vinte e cinco caminhões foram postados para ajudar na gravação de uma cena do filme “Forrest Gump”

Em 1994 fui fazer uma visita ao magnífico Memorial de Lincoln, de Washington, e estava havendo um movimento diferente lá. Estavam fazendo uma cena importante de “Forrest Gump”, importante filme da carreira do ator Tom Hanks.

Cinema norte-americano não economiza na produção. Estavam no local nada menos do que 25 daqueles grandes veículos de produção, cada um do tamanho de um caminhão.

Filme americano, mesmo quando ruim, melhora por causa da produção. São, tecnicamente, muito bem feitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.