Hélio Rocha
Hélio Rocha

Em defesa do mogno

Os estudantes combatiam a exploração do mogno

Em frente ao edifício na Rua 20, no  Centro de  Goiânia, no qual  funcionava a antiga Faculdade de  Direito, hoje federal, cresceu uma  árvore de magno. Foi um grupo de estudantes que, na  década de 1950, plantou essa unidade.

Na época, os estudantes assumiam determinadas causas. Uma delas  foi a defesa do magno, a madeira que na época era pródiga no então norte goiano, hoje Estado do Tocantins. Os estudantes combatiam a exploração do mogno, na época por uma empresa estrangeira chamada Rio Impex.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.