Hélio Rocha
Hélio Rocha

Como Irapuan aprendeu o que é uma borrasca

Uma experiência difícil no governo fez o ex-governador se lembrar de uma prova oral com um velho professor

Irapuan Costa Junior foi governador de Goiás entre os anos de 1975 e 1979 | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O ex-governador Irapuan Costa Júnior fez seu curso de engenharia no Rio. Antes, o antigo secundário, ele havia feito no Lyceu de Goiânia.

Teve como professor de português Carlos de Campos, que era muito competente. Na época faziam-se provas escritas e orais.

Fazendo uma prova oral, Irapuan havia respondido tudo certo. Na última indagação, o professor Carlos de Campos pediu que ele mencionasse dois sinônimos de temporal. Irapuan lembrou-se apenas de tempestade.

Como havia acertado tudo até então, o professor resolveu dar uma ajuda, “soprando”, como se dizia, a palavra borrasca.

Quando governador do Estado, Irapuan enfrentou uma pesada crise. Era secretário do governo o oficial do Exército Marcos Fleury, que tinha muito apoio da área militar em Brasília, em plena ditadura.

Irapuan conseguiu, com muita dificuldade e finalmente, desligar Marcos do governo.

Cerca de 15 dias depois se encontrou em um evento com o professor Carlos de Campos. Disse a ele. “Mestre, agora sei bem o que é borrasca.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.