Hélio Rocha
Hélio Rocha

Bastou o padre dizer “Kirie Eleison” para uma mãe escolher o nome do filho

Já um pai queria colocar o nome de Porcima na sua filha. Ele disse que não queria ela ficasse por baixo

O falecido monsenhor Nelson Rafael Fleury realizou muitas cerimônias de batizado desde que se ordenou, durante algum tempo em latim, assim como eram rezadas as missas. Certa vez, a mãe de um menino disse que achava bonito um nome que o religioso falava na missa e por isso o tinha escolhido para o filho.

O nome era Eleison. A expressão grega Kirie Eleison significa “senhor, tende piedade”.

Em outra ocasião foi o batizado de uma menina. O pai queria que ela se chamasse Porcima. Disse ao padre que não queria que jamais ficasse por baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.