Hélio Rocha
Hélio Rocha

As mulheres do sabonete Araxá… imortalizadas pelo poema de Manuel Bandeira

Sabia que as três mulheres do célebre sabonete eram, na verdade, uma só? Era tia de Carlos Chaer, que foi presidente do Goiás Esporte Clube

Há alguns anos, estando na cidade de Araxá, fiz uma visita ao Instituto Cultural Calmon Barreto, entidade muito importante para essa localidade mineira.

Conversando com uma diretora do instituto, comentei que gostava muito do famoso poema “Balada para as três mulheres do sabonete Araxá”, de Manuel Bandeira.

A diretora então contou-me que, na verdade, pode-se dizer que as mulheres são uma só. E explicou que uma bonita moça da cidade foi a modelo de três fotos de ângulos diferentes usados para ilustrar a embalagem do sabonete.

Manuel Bandeira, poeta | Foto: Reprodução

Alguns dias depois da viagem a Araxá encontrei-me com o falecido empresário Carlos Chaer. Ele foi presidente do Goiás e diretor administrativo do Jornal Opção, quando  era  diário. Chaer era nascido em Araxá. Comentei com ele a história sobre a ilustração do sabonete e ele me revelou que a moça modelo era tia dele. Não me lembro mais o nome.

Balada para as três mulheres do sabonete Araxá

Manuel Bandeira

As três mulheres do sabonete Araxá me invocam, me bouleversam, me hipnotizam.

Oh, as três mulheres do sabonete Araxá às 4 horas da tarde!

O meu reino pelas três mulheres do sabonete Araxá!

Que outros, não eu, a pedra cortem

Para brutais vos adorarem,

Ó brancaranas azedas,

Mulatas cor da lua vem saindo cor de prata

Ou celestes africanas:

Que eu vivo, padeço e morro só pelas três mulheres do sabonete Araxá!

São amigas, são irmãs, são amantes as três mulheres do sabonete Araxá?

São prostitutas, são declamadoras, são acrobatas?

São as três Marias?

Meu Deus, serão as três Marias?

A mais nua é doirada borboleta.

Se a segunda casasse, eu ficava safado da vida, dava pra beber e nunca mais telefonava.

Mas se a terceira morresse… Oh, então, nunca mais a minha vida outrora teria sido um festim!

Se me perguntassem: queres ser estrela? queres ser rei? queres

uma ilha no Pacífico? Um bangalô em Copacabana?

Eu responderia: Não quero nada disso, tetrarca. Eu só quero as três mulheres do sabonete Araxá:

O meu reino pelas três mulheres do sabonete Araxá!

(((LABORATÓRIO NÚCLEO — ABERTO 24 HORAS)))

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.