Hélio Rocha
Hélio Rocha

Arthur Moreira Lima é craque no piano e na arte de memorizar escalações de times de futebol

Um dos reis do piano no Brasil, ele sabe, de cor e salteado, a escalações de vários escretes, como Vasco da Gama e Fluminense

Certa vez tive a oportunidade de conversar com o grande pianista Artur Moreira Lima, que acaba de chegar aos 81anos (nasceu em 1940, no Rio de Janeiro).

Mas o assunto não foi música, e sim escalação de antigos times de futebol. Quando Artur era menino, as escalações eram duradouras, o que não acontece mais.

Arthur Moreira Lima: um dos maiores pianistas brasileiros | Foto: Reprodução

O pianista é um craque ao lembrar escalações antigas, como, por exemplo, do Vasco da Gama quando ele tinha 12 anos: Barbosa, Augusto e Clarel, Eli, Danino e Jorge.    Friaça, Maneca, Ademir, Ipojucan e Chico. E também a do Fluminense: Castilho, Píndaro e Pinheiro, Vitor e Bigode, Telê, Didi, Carlyle, Orlando e Quincas.

No piano, Arthur Moreira Lima brilhou e brilha internacionalmente. Na Competição Internacional de Piano Frédéric Chopin, de 1965, ele ficou em segundo lugar. Há quem avalie que merecia o primeiro lugar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.