Hélio Rocha
Hélio Rocha

A bailarina Margot Fonteyn mesmerizou os goianos e chamou a atenção do país para Goiás

A estrela inglesa descendia de brasileiros. Pedro Ludovico, cassado pela ditadura, foi vê-la na reinauguração do Teatro Goiânia

Irapuan Costa Junior e bailarina Margot Fonteyn, durante a reinauguração do Teatro Goiânia | Foto: Reprodução

Nascida em 1919, a grande bailarina inglesa Margot Fonteyn morreu em 1991. Ela esteve na capital de Goiás, em 1978, dançando na reinauguração do Teatro Goiânia.

A reforma do teatro foi importante obra do governo de Irapuan Costa Junior. Este evento foi a principal notícia, quando aconteceu, do mais famoso colunista social   brasileiro, Zózimo Barroso do Amaral. Ele exaltou a iniciativa de Goiás de ter conseguido trazê-la.

Um detalhe: Pedro Ludovico, fundador de Goiânia e dessa forma, construtor do teatro, estava cassado pela ditadura, mas foi convidado de honra para o espetáculo.

Curiosidade sobre a bailarina: sua mãe era irlandesa e descendia de brasileiros. O avô de Margon Fonteyn era o industrial brasileiro Antônio Fontes (a origem do Fonteyn). O pai dela era inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.