Euler de França Belém
Euler de França Belém

Preso cospe em repórter de afiliada do SBT e leva um murro no rosto. Veja o vídeo

Clenildo Amaral não gostou da cusparada do detento e optou por uma reação violenta

Clenildo Amaral é repórter no Pará

Um repórter deve participar diretamente do “fato”, deve se envolver e até recriá-lo, ou criá-lo? Um preso de Santarém, aparentemente irado com as perguntas e questionamentos do repórter Clenildo Amaral, do “Programa Rota”, da TV Ponta Negra — afiliada do SBT no Pará —, cuspiu-lhe no rosto.

Clenildo Amaral poderia ter adotado uma atitude passiva, optando por limpar a cusparada — que, desde a cusparada do deputado federal Jean Wyllys no deputado federal Jair Bolsonaro, está na ordem do dia —, mas optou por reagir com um murro no rosto do preso, que ficou sangrando. O jornalista teria ficado “possesso” e “enojado”.

O site 180 Graus, citado pelo Portal Imprensa, afirma que, em seguida, o preso foi “levado pelos policiais”. O repórter, mesmo depois que o vídeo viralizou na internet, não quis apresentar nenhuma explicação.

Colegas comentaram que o jornalista ficou extremamente irritado, daí a reação impensada. Eles sugeriram que se trata de um profissional “educado”, “pacífico” e de “bom trato”. Até estranharam sua reação abrupta.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Caio Maior

“Educado”, “pacífico” e de “bom trato”? Sei.