Elder Sales

TERRA, Planeta ÁGUA?

“Gotas de água da chuva alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva tão tristes, são lágrimas na inundação

 Águas escuras dos rios que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias e matam a sede da população

Águas que movem moinhos são as mesmas águas que encharcam o chão
E sempre voltam humildes pro fundo da terra, pro fundo da terra…” (GA)

agua

ÁGUA???

Cadê você!!!

Há dez anos falávamos de um futuro sombrio, difícil, politicamente instável… Não havia esperança quanto ao fim da continuidade de corrupções e do emaranhado de lobos maus embrenhados nas florestas de Brasilia. Mas, em Brasilia não há florestas? Mas tem o Congresso Nacional. Na disputa pelo poder em época de eleições o risco é a extinção das ovelhas, pois haja pele para cobrir tanta mazela eleitoreira e tanta dissimulação pelo voto enfim…

Mas naquela época o tema mais propalado era sobre a escassez de água. Nunca tinha visto até então uma torcida organizada pela chuva. Pasmei! Teve programa de auditório comemorando com a plateia a chegada da parca chuva em diferentes pontos da cidade de São Paulo. Não foi há dez anos… Foi ontem!

E a chuva meio sem querer que caiu em alguns lugares no domingo gerou uma sensação do tipo: Ainda existe vida! Sim, porque da maneira como estamos vivendo ultimamente tem-se a sensação, além da térmica, de que o fim do mundo se aproxima e olha que não é catastrofismo não, é uma certa preocupação de que algo não vai bem com a natureza diríamos natural em truncamento com a natureza diríamos humana ainda que não possam ser absolutamente separadas.

Alguns prédios estavam contratando caminhões pipa a preço de ouro por litro d’água e ai a ficha foi caindo. O problema da falta de água está ligando a deficiência nas estratégias de planejamento dos governos e/ou ao aumento exponencial do consumo e a desordem das aglomerações urbanas? E agora quem se responsabiliza?

A cada ano o cenário vem piorando e a sensação de desamparo cresce na medida em que a água acaba… Mas essa água acaba mesmo? Aprendemos que ela cumpre um ciclo fisicamente bem definido. Então o que será que está acontecendo, o ciclo mudou? Ou o asfalto aumentou? As represas e desvios de fluxos aumentaram? O desmatamento e comprometimento dos lençóis freáticos aceleraram?

A inauguração de condomínios e prédios não é acompanhada por inauguração de rios e nascentes ainda que alguns apresentem lagos que muda a descarga das águas. É inevitável o progresso assim com parece ser a dificuldade para o abastecimento.

O que foi previsto há tão pouco tempo está acontecendo hoje sob um grande risco de termos uma diáspora na maior cidade do país o que nos faz encontrar com a humildade da própria água que sempre volta tranquila pro fundo da terra, pior pra nós que ficamos em cima desta terra…

É tempo de repensar hábitos e atitudes que colocam em risco a nossa vida e a vida dos que virão. A solução por enquanto é comprar ar condicionado e água engarrafada, mas isso é paliativo. Estamos vivendo um calor que deve ferver a nossa disposição para provocar um mundo menos caótico… E seco!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.