Do Leitor
Do Leitor

“Um impeachment de Dilma precisaria de estudo aprofundado”

Layout 1TALMON PINHEIRO LIMA

O Editorial da edição 2066 do Jornal Opção, intitulado “A presidente Dilma Rousseff pode sofrer impeachment?”, como sempre, é bem abrangente e explora bem o assunto, que é bem complexo. Para uma opinião mais segura, seria necessário um estudo mais aprofundado da matéria. Entretanto, pode-se observar que o parecer do dr. Ives Gandra possui fundamentos jurídicos interessantes. A base do eventual impeachment seria a infração à probidade da administração por parte da Presidente, a ser comprovada por sua omissão ao não tomar providências para impedir os prejuízos e roubalheiras da Petrobrás.
Nesse ponto, acredito que o processo seria viável. Por outro lado, deve-se considerar o contraponto dos outros juristas que veem um componente ideológico no parecer do Gandra, o que lhe retiraria seu aspecto meramente jurídico e acabaria minimizando o parecer, Intuitivamente, vislumbro possibilidades de admissibilidade do impeachment, segundo proclama o dr. Gandra, Mas, para tanto, deveria surgir uma “Elba” como prova da omissão da Dilma. Entretanto, conforme disse, precisaria de um estudo mais aprofundado para um embasamento mais seguro.

Talmon Pinheiro Lima é advogado.

“Parabéns a Helio Telho”

helioALENCAR BOTTI

Excelente entrevista, a do procurador Helio Telho (foto) ao Jornal Opção (edição 2058). Sua experiência profissional lhe dá uma clareza de pensamentos a respeito do nosso sistema judicial e político de grande relevância.
Parabéns, dr. Helio Telho Corrêa Filho. O Brasil cada vez mais depende de pessoas que dominam a informação e a usam para defender o bem público.

E-mail: [email protected]

“Um panorama assustador sobre o Cerrado”

RAQUEL SILVA

O professor Altair Sales Barbosa traça um assustador panorama em sua entrevista ao Jornal Opção (edição 2048). E acho que não temos saída, não, porque vejam: como trabalhar a consciência nas escolas, se professores, coordenadores, diretores e secretarias estão “perdidos” e mal trabalham os conteúdos? E quem tem o maior poder de decisão só quer que os números da conta bancária cresçam cada vez mais. Poderiam pensar pelo menos nos filhos, nos netos, em suas pessoas queridas. Será que o dinheiro vai comprar algo que não existe mais?

E-mail: [email protected]

“Excelente escolha da PM”

ROSANGELA MAGALHÃES DE ALMEIDA

Sobre a nota “Ricardo Mendes assume para modernizar comunicação da Polícia Militar” (Jornal Opção 2064), da coluna “Basti­dores”, com certeza foi uma excelente escolha. Conheço o tenente-coronel desde seus tempos de Academia, quando era cadete. Acompanhei sua carreira e os adjetivos utilizados pelo jornal — “moderno” e “diplomático” — acertam em cheio em duas qualidades do oficial, além de sua notável capacidade de lidar com a área operacional e de conhecer a segurança pública. Parabéns à Polícia Militar de Goiás.

E-mail: [email protected]

“Agradecimento ao Jornal Opção”

LUDMILA POTRICH

Venho agradecer a publicação da reportagem “De marchand a galerista: a aventura de vender obras de arte” (edição 2066). Adorei! Muito obrigada ao editor Yago Rodrigues Alvim e ao Jornal Opção.

Ludmila Potrich é galerista e empresária.
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.