Do Leitor
Do Leitor

“O Jornal Opção mantém as características que sustentam sua importância”

cartasJÂNIO DARROT

Parabéns a Herbert de Moraes, que há 40 anos fundou o Jornal Opção, e também a todas e a todos que estão ou estiveram no dia a dia do jornal, fazendo-o merecer as críticas de ser um dos mais acreditados de nosso Estado. A credibilidade reafirma o po­ten­cial do jornal como meio. O Opção mantém as características que sustentam sua im­portância, conquistando no­vos leitores e se fortalecendo também como espaço publicitário. É um veículo forte e necessário: tem sido muito importante nos informes sobre a Prefeitura de Trindade porque chega à mão de pessoas formadoras de opinião.

Jânio Darrot (PSDB) é prefeito de Trindade.

“Digo a todos que é meu jornal favorito”

HENRIQUE GONÇALVES

O Jornal Opção é um veículo que apresenta matérias analíticas com profundidade em diversas áreas. Respiro jornal e redação de jornal desde moleque, co­nheci semanários por todo o Brasil, mas, indubitavelmente, é o melhor semanário que li e leio. Além disso, os textos do ex-governador Irapuan Costa Junior são imperdíveis. Já falei isso em Goiânia, inúmeras vezes – porque no domingo sempre ia à feira ou ao mercado com o Opção debaixo do braço e, claro, sempre comentando com os amigos algum artigo ou matéria. A eles, sempre falei: “O Jornal Opção é o meu semanário favorito!”. Para­béns ao editor-chefe Euler de França Belém e demais jornalistas.

Henrique Gonçalves Dias é jornalista.

“Artigos que poderiam estar mesmo em revistas científicas”

RONALD BICCA

Realmente o Jornal Opção é um veículo de primeira linha no sentido de qualidade editorial. Há anos se fala isso aqui em Brasília. Assuntos tratados com seriedade e alguns artigos muito profundos que poderiam ser publicados mesmo em revistas científicas. O semanário já tratava de questões ideológicas delicadas com honestidade intelectual numa época em que setores da imprensa eram totalmente dominados por ideologias.

Sobre o ex-governador e colaborador do jornal, Irapuan Costa Junior, especialmente afirmo que é pessoa que tenho orgulho de dizer que conheci desde a época em que foi senador. Eu era estudante, mas sempre fui muito bem recebido pelo mesmo em seu gabinete, onde expunha sua visão de Brasil sempre com seriedade e altivez. Grande político, empresário sério e excelente governador.

Ronald Bicca é ex-procurador-geral do Estado.

“Um semanário que merece ser lido”

ANTÔNIO MACEDO

Leio o Jornal Opção há anos. Gosto muito. É um jornal que tra­ta de assuntos variados com profundidade e coragem. Um semanário que merece ser lido. Para­béns a Elder Dias, Euler Fagundes De França Belém, Irapuan Costa Junior e aos demais que contribuem para a sua grandeza. Por vezes atravessam momentos difíceis, mas nunca desistem.

Antônio Macedo é médico dermatologista.

“Altair Sales nos revela uma gravíssima situação”

LUCIANA M. SANTOS ARRAES

Matéria excelente com o professor Altair Sales Barbosa (Jornal Opção 2048). É a melhor exposição que já li sobre este tema. Fiquei muito emocionada porque gostaria de encontrar os caminhos para reverter esta gravíssima situação e não vejo como. Apregoa-se que nossa arma é o voto. Quem acredita nisso? As campanhas estão somente estruturadas sobre políticas imediatistas que garantem voto. Dilma, Aécio, tanto faz porque, por trás de cada candidato, existe apenas comprometimento com os grandes financiadores das campanhas, os grandes cartéis. Em instância nenhuma há o povo em vista.

Os programas sociais de Dil­­ma têm a função de resolver o ago­ra. Pronto: e depois? O im­portante mesmo é ter o controle do poder. A preservação do meio ambiente depende da sensibilização dos indivíduos de uma sociedade e o professor Altair Sales Barbosa, com a plena consciência do que expõe, é uma voz isolada diante de nossos governantes e ouvida apenas por nós poucos, que só temos como arma o voto.

Altair Sales Barbosa, o “Dr. Cerrado” e ex-professor da PUC de Goiás

Altair Sales Barbosa, o “Dr. Cerrado” e ex-professor da PUC de Goiás

“Uma pena os brasileiros não se reconhecerem em sua própria cultura”

GABRIEL DOURADO ROCHA

Em relação ao texto “A bandeira da França no Facebook e a ilusão de pertencer a um mundo mais civilizado” (Jornal Opção 2107), não concordo com a discussão maniqueísta (solidarizar-se com Mariana ou Paris), mas concordo plenamente com o ponto de vista referente ao pensamento da população ser, em inúmeros casos, colonizada ou manipulada, sim. Uma pena a maioria dos brasileiros não reconhecer na cultura do sr. Marcos Eufrásio (personagem da matéria, um dos moradores desabrigados do povoado de Bento Ro­dri­gues, em Mariana) e dos indígenas a mesma grandeza da cultura europeia.

Gabriel Dourado Rocha é estudante universitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.