Elder Dias
Elder Dias
Editor-executivo

Olavo sim, Elza não: que bom que as escolhas de Bolsonaro sejam tão claras

O luto oficial para o guru do negacionismo, negado para a cantora negra que marcou época, só confirma que o Brasil, para ele, é apenas seu gueto

Olavo de Carvalho e Jair Bolsonaro | Foto: Reprodução

O desgoverno de Jair Bolsonaro não se cansa de nos mostrar que, na verdade, é um golpe. Não um golpe militar – embora use as Forças Armadas como suporte de seu intento –, mas um golpe miliciano.

Para as milícias, ou você está do lado dela ou contra ela. Não há nada que se possa fazer ou apelar fora desse sistema obrigatoriamente binário. Preto ou branco. Comunista ou “conservador”.

A morte de Olavo de Carvalho poucos dias após o País perder um ícone como Elza Soares diz muito sobre isso que é este desgoverno – não dá para chamar de outra coisa algo que só trouxe destruição e mortes como projetos.

Bolsonaro está onde está para si e para os seus. O Brasil que ele reconhece é o “cercadão”, a extensão de seu cercadinho, e nada mais. Suas políticas públicas são contra todos os alvos nos quais este cercadão também atira. E heróis da Nação passaram a ser, para eles, os que defendem com a própria vida – ou morte, no caso dos antivacinas – os mesmos pensamentos tacanhos que os seus.

Nesse sentido, Olavo de Carvalho, morto enquanto estava com covid, será insuperável. Suas indicações para o desgoverno foram inesquecíveis para ambos os lados, o de dentro e o de fora do cercadão: os olavistas Ricardo Salles (Meio Ambiente), Abraham Weintraub (Educação) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores) deixaram marcas profundas que tão cedo não apagaremos. Três imperdoáveis antiministros.

Salles foi o negacionismo pleno da devastação ambiental. Leva nas costas consigo para sempre as chamas do fogo nas matas, os bichos carbonizados no Pantanal, a madeira tombada, o mercúrio nas águas amazônicas. No cargo (ou descargo?), era de um cinismo ímpar e uma fleugma para mentir que impressionava.

Weintraub foi o grande mestre da ignorância. Ninguém nunca mais irá confundir Kafka com kafta tão bem, nem fará “blincadeilas” com os chineses – aliás, nessa, errou até ao tentar imitar o Cebolinha. Quem agora denunciará os campos de maconha nas universidades federais? E quem dará voz de prisão aos ministros do STF tão avidamente?

Ernesto Araújo foi o pedantismo em forma de chanceler. Abriu seus trabalhos misturando línguas diversas para mostrar que as dominava, mandando até palavras em tupi – incluindo aí o “anauê” dos fascistas integralistas. Orgulhou-se de que, finalmente, o Brasil havia se tornado um pária mundial.

Os intelectuais que Olavo nos deixa? Rodrigo Constantino, Adrilles Jorge, Caio Coppolla e aquela menina do perfil Te Atualizei, no Twitter.

Jair Bolsonaro, comovido com o legado deixado por quem lhe deu tamanha inspiração para desgovernar, decretou luto oficial da Nação por um dia – até porque ficar triste por mais do que isso é mimimi, frescura, coisa de moleque e não de homem.

Elza Soares não teve uma lembrança sequer do Planalto. Luto oficial, nem pensar, mas nem ao menos um tuíte nas redes do presidente? Aldir Blanc, Nelson Freire, Beth Carvalho, Tarcísio Meira, João Gilberto, também não. Nem João Gilberto!

E quer saber? Que bom! Foi ótimo para quem gosta de arte e de música essas não-menções, esses não-pêsames, essa não-solidariedade.

É que essa arte e essa música não penetram nos olhos e nos ouvidos do cercadão. E é bom que ao cercadão os demais não se misturem, por iniciativa deles. É bom que as referências continuem sendo as que são.

Pensando um pouco aquém, sorte do Brasil que o tal Brilhante Ustra já tinha passado desta para melhor antes de 2019 começar, hein? E que Deus tenha misericórdia deste País até o próximo janeiro chegar.

Leia sobre Olavo de Carvalho e Heloisa de Carvalho

Filha de Olavo de Carvalho planeja repassar herança do pai pra campanha de Lula

17 respostas para “Olavo sim, Elza não: que bom que as escolhas de Bolsonaro sejam tão claras”

  1. Avatar Marcelo disse:

    Deixa de mimimi🤮🤮🤮

  2. Avatar Marcos Simon disse:

    Um antifilósofo que inspirou um antigoverno: só podia mesmo levar um país às trevas e à ruína, como está o Brasil hoje. Mais Ignorância, Menos Inteligência, Muita Incompetência – eis o mímimi bolsonarista, por extenso.

  3. Avatar José Carlos da Silva disse:

    Grande verdade atrás da sua reflexão! O pior cego é aquele que não quer ver. Mimimi sim! E muito! Foram mais de meio milhão de vidas ceifadas por esse Monstro! O pior é pessoas extremistas achar que isso é frescura! Para né! Chega de mediocridade. Parabéns pelo texto Elder!

  4. Avatar Caroline Nogueira Santana disse:

    Mais clara que essa seleção, impossível.

  5. Avatar Ramatis Marinho disse:

    Paraíso da bestialidade e dos “burraldos”….He he

  6. Avatar José Elias Martins Brandão disse:

    Mais um negacionista que perdeu a luta contra o vírus que ele tanto desdenhou.

  7. Avatar Dé Cruz disse:

    … em que parte do “sub-inferno” estarão Ustra e Olavo? Nenhum lugar é tão ruim pra merecer a presença síncrona destas duas entidades…!

  8. Avatar Alcides Camargo disse:

    “Esse tipo de postura só revela o que as pessoas são de verdade. De que adianta pregar uma coisa e viver outra? Ou seja, falar de amor e respeito e agir com ódio e desrespeito quando não se gosta de alguém?Maturidade é saber entender o diferente. Não precisamos conviver nem concordar, mas respeitar deveria ser obrigatório”. Heloísa de Carvalho

  9. Avatar Marco (delegado) disse:

    chola mais que ta bonito mimizento..teus amiguinhos perderam a tetinha..buá buá..bozo zenocida..mariele vive..fora bozo..buá buá..

  10. Avatar Tomaz Turbando da Fonseca disse:

    Aldir Blanc, Nelson Freire, Beth Carvalho, Tarcísio Meira, João Gilberto. Estes sãos verdadeiros artistas..nao precisavam de teta do governo para sustentar o seu trabalho..saudosa época..

  11. Avatar Dougllas Cavalcanti van der Ley Silva disse:

    Bolsonaro 2022

  12. Avatar Aldan disse:

    Vá carpir um lote, jornaleiro comunista de merda.
    Opinião de verme esquerdopata não vale um pum.
    Petista, psolista, comunista nem gente é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.