Dilma Rousseff e Ciro Gomes: quem mente mais e melhor? Uma disputa difícil

Pintou desespero: o mais cearense dos paulistas percebeu que os eleitores estão mais interessados em Lula da Silva e Bolsonaro. Por isso partiu para o ataque

Cilas da Silva Gontijo

Em entrevista concedida ao “Estadão”, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) acusa o ex-presidente Lula da Silva (PT) de conspirar contra Dilma Rousseff (PT). Nos bastidores, ele teria sido a favor do seu impeachment.

Na quarta-feira, 13, a ex-presidente Dilma Rousseff foi às redes sociais para rebater as acusações do pedetista. “Mente, de maneira descarada, para melhorar seu desempenho popular e sua avaliação nas pesquisas”, reagiu. Para a ex-presidente, o ex-ministro chegou ao fundo do poço.

Dilma Rousseff e Ciro Gomes: na série M do Campeonato de Mentiras? | Foto: Reprodução

O ex-governador do Ceará, que foi contra o afastamento de Dilma Rousseff, teve a audácia de dizer que na vida nunca “mentiu”, mas que cometeu alguns erros, dentre eles o de ter ficado do lado da ex-presidente. Ele garante que a petista é a culpada pela derrocada da economia. Ciro Gomes a chamou de “incompetente”.

Dilma Rousseff acusa Ciro Gome exatamente do pecado que ele afirma não ter. Já o pré-candidato do PDT atribui aos petistas de só agirem com base no “nono” pecado capital. Coloquei entre aspas a palavra nono, pois este pecado foi incluso nos pecados capitais na obra a “Divina Comédia”, do italiano Dante Alighieri.

A petista afirma que Ciro Gomes vem usando a tática de “mentir” há muito tempo e, mesmo assim, sem obter sucesso algum nas urnas.

Ciro Gomes e Lula da Silva: guerra política | Foto: Reprodução

Ex-aliado de Lula da Silva, Ciro Gomes pode, quem sabe, ser caracterizado como “cúmplice” das supostas mentiras ditas por ambas as partes. Afinal, trabalhou para que a esquerda chegasse ao poder. De algum modo, é corresponsável pelos 14 anos de reinado do PT na Presidência da República. Por isso, é possível que os dois — Ciro Gomes e Dilma Rousseff — estejam dizendo a verdade, quer dizer, ambos “mentiram” e, talvez, continuam mentido para a população e para si mesmos. Resta saber quem mente mais e melhor. É um verdadeiro campeonato de Pinóquios.

O paulista de Pindamonhangaba foi ministro de Lula da Silva e, por isso, acreditava que, em 2018, teria seu apoio para a disputa presidencial. Como se não soubesse que o PT, por sempre lutar pela hegemonia, não apoia candidato de outro partido. Por isso, mais do que o PT, Lula da Silva bancou Fernando Haddad, espécie de lula-boy. O PT o descartou olimpicamente. As críticas atuais do ex-governador seriam dor de cotovelo? Sobretudo, é falta de visão. Porque, insistindo, o PT não aceita apoiar — o partido, controlado pelo lulopetismo, só aceita ser apoiado.

Por que, exatamente, Ciro Gomes decidiu “bater” em Lula da Silva e em sua epígona, Dilma Rousseff? Por dois motivos. Primeiro, está tentando polarizar com o petista, mesmo figurando em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto. Segundo, é uma forma de ignorar que há outro candidato forte no páreo, o presidente Jair Bolsonaro — que está mais “vivo” do que indicam as pesquisas. Como ficou para trás, pintou desespero. Ciro Gomes é candidato, sim. Mas não a presidente, e sim a perdedor.

Por incrível que possa parecer, Dilma Rousseff disse a verdade, especificamente quando frisou que a tática de “mentir” nunca ajudou Ciro Gomes eleitoralmente. E, segundo os números, não o ajudará em 2022. O mais provável é que os eleitores acabarão por escolher, no segundo turno, entre Bolsonaro e Lula da Silva. A disputa será entre a esquerda e a direita. E, a rigor, não se sabe se o ex-ministro é de esquerda, de direita (na ditadura, foi filiado ao PDS, o partido que apoiava os militares) ou de centro. Seria de centro-esquerda? Talvez seja de centro-nada.

Quem Ciro Gomes apoiará no segundo turno? O grupo que entrou no governo batendo carteira e, quando saiu, estava batendo caixa-forte? Ou ele irá, pela segunda vez, curtir as delícias de Paris, a Cidade Luz?

Cilas da Silva Gontijo é estudante de Jornalismo na Faculdade Araguaia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.